segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Fortaleza: Capital da Alegria

Menina réia!

Nuntius diei



“Non omne quod cadit quatit.” (Toim da Meruoca)

Traduzindo: “Nem tudo que balança cai.”
(Foto: Zecaneto)

Não é uma Brastemp, mas...


À pedido, anunciamos a venda da máquina de lavar de um amigo do Jorge Fiúza.

"Vendo máquina de lavarPara quem se interessar, eis as fotografias - de frente e de lado - e se alguém quiser vê-la, é só combinar. Como podemos observar, ela está em boas condições.

De frente.

De lado.

Observação importante:
 A máquina de lavar é a da esquerda. A outra é a minha lavadeira, de quem não me desfaço por nada neste mundo!

Muito Obrigado."

Colaboração de Jorge Fiúza.

A inveja



No último sábado, peguei um táxi e quando no sinal fechado emparelhamos com um carro esportivo conversível, todo invocado, o motorista começou o papo:

Doutor, quanto custa um carro desse?
Não sei quanto, mas deve custar um bocado de dinheiro.
É, pode custar um bocado de dinheiro, mas o dono é careca...
Tô vendo...
E tem mais, sozinho, sem mulher, num carrão desse...
Na certa, já, já, ele pega uma...
Sei não, doutor... Acho que o bonitão aí termina é pegando um garotão pra escorar ele lá na frente...
Escorar?
É, pra espetar!

O sinal abriu, o esportivo ronco alto, arrancou com mais de mil e o motorista disparou:

Vai, carniça!

Instrumento de trabalho


Vejam só a arrumação desse baleiro, flagrado pelo Adriano Ferreira Gomes. 

É, nesses tempos de alta tecnologia, o que não nos falta é invencionice...

(Foto: Adriano Ferreira Gomes)

Laudo pericial de virgindade


"Há alguns anos, em Sapeaçu, cidade da Bahia, o delegado registrava a queixa de uma moça que se dizia deflorada pelo namorado.

Na ausência de médico na cidade, pediu um laudo, por escrito, a uma parteira afamada da região para anexar ao processo. Eis o laudo proferido pela profissional:

´Eu, Maria Francisca da Conceição, parteira mó do destrito de Jenipapo, Estado da Bahia, cidade de Sapê, declaro para o bem do meu ofício que, examinando os baixos fuditórios de Maria das Mercedes, constatei manchas rôxas na altura da críca, indo até ao encavadô do rabo, que para mim, ou foi supapo de pêia ou cabeçada de pica. É verdade e dou fé.´



Essa conhece o ofício, com certeza!"


Enviado por Rossana Raia.

O cliente era o marido

Deu na net:

Muito azar 
Garota de programa foge ao descobrir que cliente era o marido 

Mulher casada iria fazer o primeiro programa como prostituta mas deu errado porque o cliente era o marido (...)


Contribuição do Paulo Teixeira.

domingo, 30 de outubro de 2011

Planeta girando

Deu no Jornal da Ciência:
"Estação espacial da NASA libera vídeo do nosso planeta girando
A sequência do vídeo começa a mostrar imagens do sul do Canadá.


A estação espacial da NASA posicionou suas lentes para um ponto da Terra, permanecendo parado enquanto o nosso planeta girava. As imagens são espetaculares, é possível ver entre as nuvens milhões de luzes acesas na cidade de Chicago. Observa-se alguns relâmpagos na costa leste dos Estados Unidos, onde entra na exibição Atlanta e Geórgia.

A nova estação espacial da NASA custou 100 bilhões de dólares, contando com a participação de 16 países, sendo concluída este ano. Seu tamanho é de aproximadamente uma casa com 5 quartos, suportando uma grande quantidade de pesquisas científicas das mais diversas ares."


Pescado do Jornal da Ciência: www.jornalciencia.com

Domingo de praia

Duas inusitadas cenas de um ensolarado dia de domingo de praia.

Dona Felismina, ex-miss Oásis.

Seu Geovaldo, atleta aposentado de luta greco-romana.

(Foto: Alba Sales)

Sexo no elevador


Cine Holiúdy - O Astista contra o caba do mal


Reparem no "Cearensês" do curta metragem de Halder Gomes.

Andar de bicicleta



Segundo o resultado final de um relatório elaborado pela Universidade Alemã do Desporto, andar de bicicleta "fortalece o corpo e a alma".

Para pedalar, entretanto, existem várias recomendações. É necessário fazer alongamentos prévios, trabalhando sobretudo os músculos das pernas, os glúteos, a zona lombar e o pescoço durante alguns minutos, como se estivesse a espreguiçar-se.

(Foto: Google)

Vendedor de fumo

Totonho,
Estava apenas lendo as notícias do dia quando me deparei com esse post na coluna do Cláudio Humberto. Na qualidade de correspondente do seu blog, achei que é o tipo de material que merece passar pelo seu crivo. Desligo.
Alex

Do blog do Cláudio Humberto:

"Fotografia é história
Cena brasileira: feira

Vendedor de fumo de rolo na feira livre da cidade de Euclides da Cunha, perto de Canudos. Bahia, 1998.

Como foi – Estou sempre viajando pelo país e, por isso, acabo tendo a oportunidade de fotografar pessoas de todo tipo, de todas as regiões. A feira da cidade de Euclides da Cunha é daquelas que a gente entra e não consegue sair. Espelha a autenticidade nordestina dos costumes. Foi lá que retratei esse figuraça aí, vendedor. Sem camisa e com chapéu de couro, percorre o mercado com chifres cheios de rapé e corda de tabaco enrolada no pescoço. Orlando Brito"

Alex, valeu pela valiosa correspondência. E que figura, esse baiano vendedor de fumo!

Evolução da espécie


Pescado da Natália Smith.

Jean Luc Ponty, Al Di Meola e Stanley Clarke: Renaissance

O que faz uma mulher numa bicicleta...

video

Enviado pelo Antero Pereira Filho.

Feijoada


Rodrigo em postura de reflexão metafísica.

Certamente, o Rodrigo Gurgel, ou, simplesmente, Nego Rodrigo, é um dos cabras mais espirituosos que conheço. Gaiatamente sério, é um curtidor nato que sabe fazer uso do seu bom humor sem ofender a seu ninguém.

(Foto: Arquivo Rodrigo Gurgel)

sábado, 29 de outubro de 2011

Oceano


O vídeo "Oceano" é um mergulho nas águas onde a vida navega em sentimento das imagens, palavras e sons.

Quasimodo

Lon Chaney, Sr. (1923).

Personagem central do livro Notre-Dame de Paris, de autoria de Victor Hugo, publicado em 1831, Quasimodo nasceu com uma saliente deformação física, descrita por seu criador como uma enorme verruga a cobrir seu olho esquerdo e uma grande corcunda.

Charles Laughton (1939).

Ainda criança, abandonado num domingo de Páscoa, foi adotado pelo arcediago Claude Frollo, que o designou para ser sineiro da Catedral de Notre-Dame de Paris. Devido ao alto som dos sinos da Catedral, Quasimodo ficou surdo.

Anthony Quinn (1956).

Visto como um monstro pela população de Paris, Quasimodo apaixonou-se pela cigana Esmeralda e a salvou quando ela se envolveu num assassinato. 

Anthony Hopkins (1982).

(Fotos: Google)

Agenor, o ex-gay


Vídeo contando a história do milagre de Agenor, um ex-gay que agora é machão!

Enviado por Mara Maracaba.

Caboco Mamador

Em Girau do Ponciano, em Alagoas, vaca dá luz à um bezerro com características humanas.
Confiram.



Sugerido por Fernando Victor Laprovitera.

Zezé Di Camargo e Bigorrilho


Bigorrilho, se concentrando para cantar.

Do Zé Carlos Mororó, em primeira mão:

“Recebi agora informação de um amigo, que o Bigorrilho - eterno intérprete da música "Súplica Cearense" - foi chamado às pressas ao encontro de Zezé Di Camargo, com a finalidade de substituir Luciano durante esta fase difícil da dupla ou permanentemente. Bigorrilho tem história musical, é bastante conhecido nas noites de Fortaleza e seu maior feito foi participar do programa Flávio Cavalcante, que era apresentado pela extinta TV Tupi no século passado. Vamos torcer!”

(Foto: Rubens “Nasal” Lima)

Literalmente

Mamando na égua.

(Foto: Google)

Bienvenido Granda (El Bigote que Canta)


- Zezinho Ponte, diga aí!
- Totonho, na década de 1960, apresentou-se em Sobral o cantor cubano Bienvenido Granda, conhecido popularmente “El Bigote que Canta” (O Bigode que Canta). O show foi em praça pública lotando todas as dependências da “Coluna da Hora” e transcorreu dentro da maior tranquilidade. Agora, para o nosso amigo e boêmio “Fortuna”, a coisa ficou preta. Recém casado, resolveu ir ao show sem avisar à mulher. Ao chegar em casa nas primeiras horas da manhã foi surpreendido por sua mulher em frente ao portão que foi logo rasgando:

- Isto é hora de homem casado chegar em casa?
- Calma mulher. - Tentou tranquilizar Fortuna.

E continuou:

- Eu fui ao show do Bigode que Canta”.

Ao que fulminou e decretou a injuriada mulher:

- Bigode que Canta, né!? Pois bem, vai passa um mês sem ver o bigode que mija!

(Foto: Google)

Rão Kyao & Ketama: Delírios Ibéricos


Carnaval


Carnaval no Náutico de 1972. Parte da turma do Círculo Militar: Gogó, Rodrigo, Bagulino, Bem-Te-Vi e Jacu.

A Turma do Círculo Militar era grande em seu número de amigos e na animação. Rivalizava-se com a do Náutico, mas, somente nos esportes. Afinal de contas, os clubes eram – e ainda são – quase vizinhos e os seus atletas moravam nas imediações deles. Portanto, todos se conheciam, muitos estudavam nos mesmos colégios e deixavam as rixas para as disputas esportivas.

Interessante era quando chegava o carnaval. As porteiras se abriam, a folia tornava-se a bandeira da paz e todos brincavam unidos. Cada qual, é claro, com o amor de copo e de cruz, do clube do seu coração.

(Foto: Arquivo Rodrigo Gurgel)

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Catiguria


E o amigo Wilton Bezerra Junior me escreve: "Curte ai, Totonho. Mais uma atração para as bodeguitas. A 'cumade' toca na 'catiguria'. Hehehehehe."

Junior, rapaz, e é na maior serenidade, né?

Arte no iPad


Recebo do amigo Alexandre Figueiredo:

"Totonho,
Não é o seu estilo, claro.
Apenas para mostrar o que se pode fazer no iPad.
Abraço,
Alex"


Falando em capacidade criativa, à exemplo do Steve Jobs, foi o Seu Chico quem inventou o iLex, Figueiredo!

Confraria de Sobral


Da esquerda pra direita: Walter Vasconcelos, Hermes Correia, Beto Amaral, Zezinho, Rômulo, Marcos, Zéalberto, Almino Rocha, Valderbam e Flávio.

Em Sobral, a Confraria da Casa Samuel reúne gente da melhor qualidade  e nos ensina que as divergências de pensamentos implicam no elevado princípio democrático do bom relacionamento.

Dou o maior valor aos que se encontram para exercitar a inteligência.

(Foto: Arquivo Zezinho Ponte)

Pictoriais, de Rodrigo Frota


Com a linguagem que vai do regional ao universal, Rodrigo Frota é uma das maiores revelações das nossas artes.

Exposição imperdível!

Aniversário do Cancan


Empresário Cândido Couto e Chanceler Airton Queiroz, em acontecimento social.

Hoje o Cândido Couto intera ano e por isso vai comemorar com os amigos.

Cândido, certa vez, levou o industrial Alexandre Grendene à Orós. Na ilha do Fagner, Alexandre se maravilhou com a ambiência tropical do lugar e se interessou pela culinária regional. Fagner, então, serviu-lhe uma buchada de bode. Desavisado de que a iguaria se apresenta morna por fora, enquanto por dentro é tinindo de quente, Alexandre abocanhou um bom pedaço e mudo ficou. Duas lágrimas escorreram dos seus olhos, anunciando a fumaça que estava pra sair pelas suas oiças.

De lá pra cá, Alexandre aprendeu que em matéria de quentura, buchada dá de chinelo em qualquer outro tipo de prato!

Cancan, feliz aniversário e que Deus continue lhe abençoando!

(Foto: Baladain)

O melhor baterista do Brasil


E o amigo Wilton Bezerra Junior me escreve: "Aí, Totonho. Negão se garante. Contratar urgente para apresentações no Bar do Helano e Vaval!"

A sugestão está dada!

Nunca foi tão bom rasgar as contas

video

Enviado pela Eliana Braga.

Liz



Elizabeth Taylor, a Liz, reverenciada como uma das mulheres mais bonitas de todos os tempos!

(Foto: Franck Tony)

Karatê no Círculo Militar



Se você treinou karatê no Círculo Militar de Fortaleza, no ano de 1965, é bem capaz de se achar nesta histórica foto.

(Foto: Arquivo Rodrigo Gurgel)

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

A Primeira Comunhão de Toinho


Alex e Totonho.

Esta história, quem me contou foi o Alex Figueiredo.

Aconteceu lá pelos anos 1950. Na pequena cidade de Ribeira das Onças, o menino Toinho foi escolhido pela diretora de sua escola para saudar Dom Coriolano, bispo de Laranjeira do Norte, por ocasião dos festejos da Primeira Comunhão da petizada.

Por ter somente 9 anos de idade, a professora achou por bem escrever a saudação para que Toinho decorasse e a proferisse de improviso, pois Dom Coriolano abominava falas lidas.

Pois bem, no dia da religiosa cerimônia, o menino Toinho postou-se à frente da primeira fila, todo garboso. Com a camisa de cambraia de linho bem engomada – na manga, um laço de fita de cetim azul –, a calça com o vinco perfeito e os sapatos bem engraxados espelhando a luz do sol que queimava a manhã. Os cabelos cortados, à base da forma da lata de queijo do reino, carregados de brilhantina, faziam a sua graúda cabeça completar a aparência de quem há pouco havia do banho saído.

Chegada a hora, o menino começou a decorada saudação. Mas, ao invés de chamar o bispo de “pomba sem fel”, embananado disse:

- Dom Coriolano é tão bom, que nem pomba tem!

Foi aquele “óóó...” e, surpreso, o religioso mirou Toinho, com um olhar fulminante. Atrapalhado todo, de imediato, Toinho quis consertar:

- Perdão, pomba ele tem, não tem é fel!

Aí, o vexame se instalou de vez! Puxaram Toinho pela orelha de abano, deram-lhe um muxicão, três cascudos e o encaminharam novamente para o confessionário!

Dizem que a sua Primeira Comunhão aconteceu depois, à parte dos demais coleguinhas de escola.

(Foto: Arquivo Alex Figueiredo)