sábado, 31 de dezembro de 2011

Feliz Ano Novo!


Pescado do Augusto Alcântara.

Igual à criança

E o Zé Carlos Mororó me conta:

Totonho, eu estava observando dois amigos solteiros e bem de vida, todos com mais de 50 anos, sem maiores problemas, discutirem onde iriam passar o réveillon 2011/2012.

Jericoacoara.

Um disse que ficaria por aqui mesmo, o outro que iria à Jericoacoara. O problema era que o assédio do mulherio estava demais: ia deixar duas namoradas aqui em Fortaleza, uma de 22 outra de 27 anos, para ir à bela praia acompanhado de uma sessentona linda demais e de fazer inveja.

O outro, grande gozador, e de senso de humor apurado disse:

- Que legal, és um homem de sorte! Mulher dessa idade é igual a criança, tudo que pega bota na boca!

Nota de solidariedade

Mimi, Lili e Fifi, três pueris e desamparadas jovens do interior alencarino, encontram-se na Capital, em estado de profundo abandono e solidão. 



Da esquerda pra direita, as asseadas Mimi, Lili e Fifi.

No aguardo de alguma alma caridosa para lhes fazerem companhia na entrada do Ano Novo, elas anunciam aos interessados que procurem o site das www.desamparadassolitarias.com para praticarem a adesão desse ato de solidariedade humana.

(Foto: Divulgação)

Mourinha 2012


E o Mourinha conta sobre seus plano em 2012:

Mourinha.

“Para o ano vou me cuidar mais. Pra começo de conversa, vou fazer física em alguma academia de ginástica, que é pra tirar o bucho. Vou caminhar cedo pela beira da rodagem, ter horário certo de trabalho e dormirei de noitinha que é pra acordar no amanhecer do dia.

Quanto ao meu passadio, suprimirei de vez as frituras e gorduras. Só me permitirei à ingestão de álcool quando em ocasiões extremamente especiais. Cigarro, nem pensar: abandonarei o vício do tabagismo. Evitarei atividades estressantes e exercitarei a minha meditação matuta sertaneja e praiana.

Tomarei banho todos os dias e me assearei nos feriados. Escovarei os dentes após as refeições e limparei as oiças habitualmente.

Amarei todas as minhas namoradas e continuarei me apaixonando pelas sirigaitas, assim como acreditando nas conversas delas.

No mais, na verdade, mentirei só um reliquim, que é para eu não perder o costume de enfeitar a vida com o mundo que eu sonho.”

(Foto: Zecaneto)

Ô filme!: A pele que habito


sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Cestas de Natal



Conta o Zé Carlos Mororó, que um amigo, ex num sei que lá, de num sei de onde (era coisa pra caramba), estava dizendo numa roda, agora há pouco que, no ano passado, antes de se aposentar, recebeu 86 cestas de Natal e que neste ano, já aposentado, recebeu apenas uma. De pronto, outro amigo falou:

- Certamente, esse único que te mandou não está sabendo que estás aposentado!

Faz sentido.

(Foto: Google)

Ô filme!: Meia Noite em Paris

Diálogos e Presságios

Neste 2011, duas exposições de pintura me chamaram atenção, pela excelência de suas qualidades. Diálogos, de Fernando França, e Presságios, de Bruno Pedrosa.

Diálogos.

Presságios.

(Fotos: Fernando França / Totonho Laprovitera)

O amor é lindro...



(Foto: Google)

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

"Distorções do Poder" na Record


Deu na Record:
Heródoto Barbeiro apresenta para internautas o livro "Distorções do Poder"



O apresentador Heródoto Barbeiro indicou o livro do Djalma Pinto, Distorções do Poder. 


Além disso, o jornalista falou sobre seu blog, sobre uma carta que recebeu e lançou uma frase para os internautas descobrirem quem é o autor. 

 


Djalma é um dos mas dignos profissionais do Direito que conheço. Orgulho-me de ser seu amigo.

Piluca e Chita

O Alex Figueiredo nos dá notícia de que o nosso amigo Zé Bastião Piluca anda inconsolável com o falecimento da Chita.

Piluca e Chita.

Conta-nos que Piluca teve Chita como o amor da sua infância, quando ela quebrava o galho dele no Bairro da Floresta, hoje Álvaro Weyne, em Fortaleza. 

Parece até enredo da história do filme Infância Roubada...

Sobre a sua dor, Piluca escreveu no FB:

"EU E O AMOR DA MINHA INFÂNCIA 
Encontrei essa foto , não me contive de tanta emoção. Te amo Chita querida. Vou sentir muito a sua falta."

Aí, o Alex comentou:

"O BASTIÃO INFANTIL DE BASTIÃO PILUCA
Meu grande amigo Sebastião está de luto.
A maior paixão da sua longíqua infância, maior até do que a Débora Kerr, a Chita do Tarzan, partiu aos 80 anos e deixou seu coração em frangalhos.
Gostei muito de ver que ele tem consideração com as minas do seu passado. Postou uma foto dos seus alfarrábios.
Piluca, meu irmão, não se preocupe. Outras macacas aparecerão para lhe confortar.
E é como diz o velho ditado: Cada macaco, no seu galho."

(Foto: Arquivo Sebastião Moraes)

Nuntius diei



“Numquam diues nec pauper promissa.” (Toim da Meruoca)
Nunca deva à rico, nem prometa à pobre.

(Foto: Zecaneto)

Incomum técnica de pescaria


Negada, eu já vi um bocado de técnica de pescaria, mas essa daí da foto, confesso que nunca havia visto!

(Foto: Google)

Porta-retrato

A pedido, eis o retrato da jovem Regyleusa, do Bairro Parque Tabapuá, em Fortaleza.


(Foto: Acervo Regyleusa Cícera)

Presidente da República

No twitter da minha amiga @aparitonia:

Inês Aparecida.

"Pensei, pensei e decidi: não quero ser Presidente da República. Dá câncer." (Inês Aparecida)

(Foto: Arquivo Inês Aparecida)

O amor é lindro...



(Foto: Google)

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

A trágica caçada

video


Enviado pelo Zé Carlos Mororó.

Reunião da Turma do Cangapé

O negócio pegou foi fogo na última reunião da Turma do Cangapé!

Totonho, Vivi, Landinha, Guto e Felipe.

Seguinte. Para manter a tradição, o Guto sentou ao piano e executou, de Ludwig Van Beethoven, a sinfonia nº 9 em ré menor, op. 125, "Coral", sob a regencia de Felipe Adjafre.

Totonho, Ivan, Landinha, Guto e Adjafre.

Aí, a plateia delirante pediu mais uma e o Guto mandou o bolero Pecadora, de Agustín Lara! Respeite a saraivada de aplauso!

Guto, entre Landinha e Vivi.

Para dar continuidade ao evento, Landinha foi convidada a também se apresentar. Elegantemente, marcando o ritmo com a batida dos pés, apresentou duas pérolas: Melodia Imortal, de George Duning, e Chega de Saudade, de Tom Jobim e Vinícius de Moraes. Tome-lhe palmas, coiós e até uma senhora, emocionada e saudosa do seu falecido, desmaiou!

Totonho, Landinha, Guto, Vivi e Ivan.

Findadas as apresentações, o grupo foi aos copos... D'água!

(Fotos: Acervo Landinha Markan / Vivi Oliveira)

Macacada de luto

Morreu Cheetah, o chimpanzé mascote do Tarzan.

Com 80 anos de idade, Cheetah veio a óbito por insuficiência renal.

O chimpanzé atuou no cinema ao lado do ator Johnny Weissmuller em vários filmes ao longo dos anos 1930 e 1940.

(Foto: Acervo Família Weissmuller)

Parece que foi ontem


1999. Visita em Assaré, no Cariri cearense: Raimundo Fagner, Cândido Couto e Patativa do Assaré.

(Foto: Acervo Cândido Couto)

Júnior e Roberto Carlos

Júnior e Roberto Arruda, coover do Rei.

Não conheço um fã maior do cantor Roberto Carlos do que o Júnior, do Bairro do Good Garden. Possuidor de uma vasta coleção de elepês, passa o dia inteirinho escutando as canções românticas do Rei. Para isso, instalou uma potente radiadora em seu posto de abastecimento de combustível.

(Foto: Acervo Adriano Ferreira Gomes)

Lampião, Marx e Bin Laden na terra do “Bom Ladrão”

Por Rodrigo Vianna.


Serra Talhada, no sertão de Pernambuco, é a terra de Lampião. Serra Talhada é também a terra do “Bom Ladrão”. Esse é o nome do principal mercado da cidade. 

Há alguns meses, quando me mandaram e-mail com a foto, pensei que fosse montagem ou brincadeira. Nesta quinta, estive em Serra Talhada: está lá na fachada, eu vi – “O Bom Ladrão”. Conversei com o Geraldo Pereira, dono do estabelecimento… 

“Trabalho no comércio desde garoto, meus vizinhos sempre reclamavam do preço: “você é ladrão”, diziam. E isso foi ficando: é ladrão, mas é bom. Aí, incorporei “bom ladrão”, aceitei o apelido e dei o nome pro mercado”. 

Curioso esse nome comercial, estampado assim, com orgulho, justo na terra de Lampião – que é tido por muitos como uma espécie de bandido herói. 

Perguntei ao Geraldo se havia algum paralelo entre Lampião e o “Bom Ladrão”. Ele, claro, não ia cair nessa pergunta boba de um jornalista do Sudeste. “Não, Lampião é de uma outra época, e o meu mercado é fruto de um apelido de adolescência”, escapuliu. 

Ok, aceitei a explicação. Mas, pelo jeitão do Geraldo, achei que ele estava escondendo jogo. 

Quase na hora de ir embora, vi que em cima da mesa do Geraldo, na entrada do mercado, havia uma foto singela: Bin Laden, armado até os dentes, num porta-retratos com moldura e tudo! 

“Você gosta do Bin Laden?”, perguntei. “Claro”, respondeu-me o articulado comerciante sertanejo, “afinal, ele enfrentou gente muito poderosa, enfrentou um Império; eu gosto disso, de gente que não baixa a cabeça pro poderoso”. 

“E do Lampião, você gosta?”, emendei, já adivinhando a resposta, porque em Serra Talhada o “Rei do Cangaço” é um herói do povo. O Geraldo devolveu: “Sim, porque no Brasil, e no sertão especialmente, o povo nunca teve vez; Lampião mostrou pros ricos que o pobre podia mandar. Lampião fazia há quase cem anos o que os sem-terra e os sem-teto fazem hoje”. 

Geraldo, dono do “Bom Ladrão”, é um comerciante politizado. Um espírito rebelde, na terra de Lampião. 

E não é o único. Anildemá – coordenador do belíssimo Museu do Cangaço de Serra Talhada – é outra grande figura local. Tem dois filhos. Adivinhem os nomes? Karl Marx e Sandino Lamarca! 

Conheci o Karl Marx de Serra Talhada. Suprema ironia: Marx faz o papel de Lampião no principal grupo de Xaxado da cidade! Marx, Lampião, Bin Laden… Tudo junto em Serra Talhada. 

Só ia esquecendo de contar um detalhe… Os espíritos rebeldes na terra de Lampião não conseguiram mudar a política local: quem continua mandando na cidade é o veteraníssimo Inocêncio de Oliveira. 

Ele manda no prefeito, na TV local, nas rádios. Tem lojas e clínica… Ou seja: na terra do “Bom Ladrão”, Inocêncio é rei. E isso não tem graça nenhuma.

Sugerido por Silvia Helena Correia de Assis.

O amor é lindro...


(Foto: Google)

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Doutor Josué de Castro Neto


Sem dúvida alguma, o Doutor Josué de Castro Neto é mesmo "o cara" da cirurgia cardíaca!

Vejam só as reportagens veiculadas pelos principais jornais pernambucanos, à respeito das videocirurgias que ele realizou em Recife.


O distraído na sauna

video

Enviado pelo Carlos Augusto de Moraes.

Separados ao nascerem?

Bombinha e Kim Jong-Il.

Qualquer semelhança entre o falecido ditador da Coreia do Norte, Kim Jong-Il, e o nosso amigo Antonio José Mello, o Bombinha, é mera coincidência!

Foto tirada de uma mensagem enviada pelo Zé Carlos Mororó.

É cada apelido...


A história a seguir eu só postei porque eu só brinco com quem eu gosto.

Maurício Leal.

O Chico Militão me escreveu para contar que ao ser chamado de "Cabeça de Moela", pelo Gerardo, presidente do Center Box, Maurício Leal perguntou o porque do apelido. Gerardo, respondeu:

- Você já viu moela com cabelo?

(Foto: LC Moreira)

Correio do Ceará, 1952

Totonho,

No Google, pesquisando “Miguel Laprovitera”, encontrei a matéria seguinte datada de 1952.

Gera Teixeira

Deu no Correio do Ceará, em 11/01/1952, nas páginas 5 e 6:

MAIS AUMENTOS! MAIS AUMENTOS! MAIS AUMENTOS! - O POVO NÃO MAIS RECLAMA: ELE SABE QUE NÃO ADIANTA

(…)

APELAR PARA QUEM?
TRISTE FIM DE UMA “ENQUETE” NUMA MELANCÓLICA “FILA” DE AUTO-OMNIBUS
ENQUANTO AUMENTA O PREÇO DAS PASSAGENS, NOVOS GOLPES SÃO ESPERADOS

Conforme o povo temia, o Conselho Estadual do Trânsito, reunido ontem á noite, para estudar o caso do pedido de majoração nos preços das passagens dos ônibus, pleiteando, segundo alegam os empresários, para que estes possam fazer face á pretensão dos motoristas e trocadores, que desejam também aumento de ordenado, concedeu uma majoração de vinte e trinta centavos para todas as linhas de Fortaleza. A população recebeu a notícia já com certa apatia. O povo parece que já não tem mais forças para reagir. Pelo menos foi esta a impressão colhida pela reportagem, quando esteve hoje de manhã, dando um giro pela cidade para saber como fora recebida pelo público a instituição de mais essa “quota de sacrifício”.

O repórter voltou decepcionado para a redação. A “enquete” que tínhamos em mente realizar constituiu autêntico fracasso. O povo já está compreendendo que não tem para quem apelar e prefere sofrer calado a exprimir a sua revolta.

(…)

UM SOCIÓLOGO, UM INTELECTUAL, UM CINEGRAFISTA, UM COMERCIANTE

Se não fosse a passagem providencial de algumas pessoas amigas, tudo terminaria melancolicamente. O sociólogo Joaquim Alves, o sr. Tancredo Bezerra Filho, o poeta e bacharel Aluizio Medeiros, o cinegrafista e fotógrafo Nelson Moura,. O comerciante Miguel Laprovitera, salvaram mais ou menos a situação. Eis o pronunciamento de cada um deles, resumidamente:

PROFESSOR JOAQUIM ALVES:- “O aumento das passagens de ônibus é também conseqüência da instituição do novo salário mínimo. Aumentar os salários, sem congelar os preços, redunda num círculo vicioso, com a majoração das utilidades e conseqüente encarecimento do custo de vida”.

MIGUEL LAPROVITERA:- Se tudo está caro, se o governo permite que tudo suba, também é justo que se reconheça os direitos dos empresários, que afinal de contas também são consumidores. Mas me diga, pelo amor de Deus. O que é que se pode fazer?”

DR. ALUIZIO MEDEIROS:- “Como simples passageiro de ônibus que sou, oponho-me ao aumento das passagens. Como homem que percebe um ordenado de funcionário público estadual, insuficiente, portanto, oponho-me ao aumento das passagens. Como homem que se interessa profundamente pelos problemas de todo o povo, oponho-me ao aumento das passagens e de tudo que representar encarecimento de vida.”

Miguel Laprovitera.

Miguel Laprovitera era meu avô.

domingo, 25 de dezembro de 2011

Dia de Natal


O Dia de Natal é sempre reservado para os cristãos praticarem somente o bem. Sendo assim, que o espírito natalino dure um pouquinho mais, né, não?

(Foto: Google)

É cada Papai Noel...

Voltando da Missa do Galo, olha só quem foi que eu encontrei numa calçada perto lá da praia do Náutico!


Papai Noel?!

Cena de Natal


A família se reúne na confraternização da noite de Natal. Todos, no mais puro clima angelical, com o espírito cristão elevado...

Aí, chega a hora da foto e, justamente quando a câmera fotográfica dispara o automático, vem o Rex e... Crau, na Jollye!

(Foto: Lyndon Johnson da Silva Júnior)

Achados e perdidos

Danilo Cardoso e Alex Figueiredo.

Nada a ver com a foto acima, mas, em recente almoço de confraternização, o Alex Figueiredo perdeu sua carteira contendo documentos e valores em espécie.

Quem achar, por favor, comunique a este Blog.

(Foto: Totonho Laprovitera)

O livro do Boni


Valter e Ricardo.

O advogado Valter Furtado presenteou o seu amigo e cliente Ricardo Pontes de Medeiros com o livro do Boni. E o regalo tem a sua forte razão de ser, pois Ricardo é sobrinho do José Pontes de Medeiros, integrante do grupo musical 4 Ases e um Coringa, citado no livro em episódio de grande relevância na vida do autor.

A citaçao do livro.

Em função da publicação literária, contou-nos Valter, Ricardo está afivelando as malas rumo ao Rio de Janeiro para estreitar relações de amizade fraterna com o José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni.

- Eu era o sobrinho predileto do meu querido e saudoso Tio Zé. Portanto, a minha afinidade com o Tio Boni só pode ser coisa de herança da memória genética! - Revela-nos Ricardo.

(Fotos: Adriano Ferreira Gomes)

sábado, 24 de dezembro de 2011

Papai Noel

- Psiiiii...

(Foto: Zecaneto)

João Gilberto interpreta "Boas Festas", de Assis Valente.

Pescado do Humbertinho Cavalcante, que pescou do Chico Antonio, que pescou do...

Mensagem de Natal e Ano Novo



Cristo nos mostra a importância do amor, quando faz da vida mãe para nos tornarmos irmãos e aponta a fraternidade em forma de essencial valor para crescermos como ser e humano. 

Ser humano é ser fraterno e justo.  Amar ao próximo é amar a si mesmo, é amar à Deus, que nos fez num gesto de desprendimento à sua imagem e semelhança.

Feliz Natal e um ano novo repleto de saúde, paz e realizações!

Totonho Laprovitera e família.