quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

O velho pino


Pino, no shopping.

Diz o pai dos burros que pinar é o “ato realizado por um indivíduo do sexo masculino, que consiste em esfregar o seu membro em terceiros com o consentimento ou não da vítima. Expressão usada frequentemente no nordeste.”

“- Esculhambei foi aquele caba safado, no ônibus! O fi-dua-égua tava só pinando em mim!” Palavras da usufruída Dona Maria do Céu, do Bairro Parque Dois Irmãos, em Fortaleza.

Agora, segundo um sessentão daqui de Fortaleza, quem acha que seja apenas o ato ou efeito de usar pinos, não sabe o que perdeu ou está perdendo.

Nota de solidariedade


A laboriosa Maria dos Prazeres.

O negócio é o seguinte. A jovem Maria dos Prazeres resolveu montar seu próprio negócio, comprando um pequeno barco para fazer a travessia do rio Ceará, ali, pelas imediações da ponte da Barra do Ceará.

Ocorre que a moça está se queixando do serviço pesado que é o de remar. Tadinha, já está até criando calangos nos braços e as batatas das pernas estão bastante doloridas. Além disso, ela anda com um torcicolo danado. Quer dizer, a Maria tá sem condições de tocar a tal da atividade do serviço fluvial. A não ser que alguma alma caridosa se disponha a ajudá-la.

Daí, nós nos solidarizamos com a jovem dos Prazeres, solicitando a quem interesse tiver, que se dirija à beira do rio Ceará e apresente uma proposta de trabalho à ela, no mais alto grau de profissionalismo.

(Foto: Google)

Brazil, 1969



1969. Os 15 presos políticos pedidos em troca do embaixador dos EUA, Charles Burke Elbirick. Da esquerda pra a direita. Em pé: Luís Travassos, José Dirceu, José Ibrahim, Onofre Pinto, Ricardo Vilas Boas, Maria Augusta Carneiro Ribeiro, Ricardo Zarattini e Rolando Frati. Agachados: João Leonardo da Silva Rocha, Agonalto Pacheco, Vladimir Palmeira, Ivens Marchetti e Flávio Tavares.

A foto foi tirada no Rio de Janeiro, pouco antes do grupo embarcar no avião Hércules 56 que os levou para o México. Gregório Bezerra juntou-se ao grupo em Recife e Mário Zanconato em Belém.

(Foto: Google)

Recado de Madri


“Eu tentei fazer a sexy na piscina e o povo riu. Tomei um drink, fiquei bêbada, alucinada, botei o vídeo no Youtube e perdi a senha. E ficou ali”.


Assim o travesti brasileiro Luisa Marilac tenta explicar o que aconteceu na internet.

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Ler no banheiro VII



Pois bem, se ler no banheiro e hemorroidas formam uma infeliz combinação, recomendamos aos leitores que não acabem este livro numa sentada só. Como nem todas as histórias são curtas, programem-se para sincronizar o tempo da leitura com o da evacuação. Assim sendo, acreditem, este livro não lhes trará qualquer mazela. No mais, relaxe e leia! Moderadamente, é claro.

Assim, Eu Conto.

Da apresentação do livro Eu Conto, de Totonho Laprovitera.

Tiro ao alvo


Clayde Mary atirando.

Clayde Mary é uma jovem que está se iniciando na prática do tiro ao alvo. No entanto, ela tem se queixado que, além de não saber segurar uma arma, não tem quem a ensine. Quem se habilita?

Ah, ela só se interessa em manusear armas de grosso calibre.

(Foto: Google)

Birinaites na piscina


“Blog do Laprovitera,
Nem te conto. Eu arrisquei fazer um cangapé na piscina e a negrada mangou foi muito de mim. Aí, tomei uns birinaites, fiquei melada, alucinada, botei o vídeo do Justin Bieber pra tocar e perdi a hora. Resultado, fiquei queimadérrima do sol. Aliás, é o que dá esquecer de passar filtro solar.
Mando o retrato que o Pê tirou de mim para, se der, é claro, você publicar em seu fantástico blog.
Receba um ósculo da fã,
Erysclênia Rystonn


Prezada Erysclênia,
Nada mais justo do que um banho de piscina, regado a alguns drinques, para amenizar o estresse da vida atribulada dos dias de hoje. No entanto, tenha cuidado para não se exceder, pois uma grande causa de afogamento é a bebedeira.
Quanto à exposição ao sol, cuide-se e não se esqueça de usar seu filtro solar da próxima vez.
Sobre o retrato, pronto, está postado!
Saudações,
Blog do Laprovitera

A voz do povo


Como diz o dito popular, "mulher de bigode, nem o diabo pode"!

(Foto: Google)

Galeria


Mudança de Sertanejo, xilogravura de J. Borges, da Escola de Caruaru.

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Ler no banheiro VI



Hoje, constam em diversas publicações da área de saúde que o hábito de ler no banheiro é realmente prejudicial para quem sofre de hemorroidas, e é capaz de causar complicações como a trombose hemorroidária.

Da apresentação do livro Eu Conto, de Totonho Laprovitera.

Na laje


“Totonho,
O meu sonho é possuir uma piscina na minha laje. Como ainda não tenho, me contento em pegar aquele solzinho básico que deixa a pele da gente naquele bronzeado legal.
Pois é, nos domingos e feriados visto meu biquíni esperto, subo lá em riba e fico só curtindo a bela paisagem daqui do meu doce Rio de Janeiro.
Depois lhe conto mais e aproveito pra mandar lembranças pra toda a minha família, daí do Ceará. Eu sou filha de Senador Pompeu.
Um cheiro da fã do seu blog,
Suzan Key

PS: Segue uma foto minha, no meu paraíso.”


Suzan,
Fico a imaginar você tomando banho de sol e de lua em sua laje.
No mais, que a piscina lhe chegue logo.
Um cheiro do
Totonho

Se beber, pegue um ônibus


Recebi do Gera Teixeira, que recebeu do Marcos Mello, o grande Billy.

"Gostaria de dividir minha experiência com você, que bebe e dirige mesmo assim.

No último sábado à noite, não sei quantas taças de vinho e cervejas bebi. Sabendo que não estava legal fiz algo que nunca havia feito antes. Deixei meu carro no estacionamento e peguei um ônibus. Resultado: cheguei em casa à salvo, sem nenhum incidente, com ótima sensação do dever cumprido.

Agora o que me deixou perplexo, foi que eu nunca havia dirigido um ônibus na minha vida!"

(Foto: Google)

Mudança de papéis


Angelino Jolie e Breda Pitt.

(Foto: Gppgle)

Brecha


Diz o pai dos burros que brecha significa a abertura feita numa muralha, num tapume ou numa parede; um espaço vazio, lacuna; a ferida larga e profunda feita com objeto cortante ou contundente; um dano ou prejuízo; na geologia, um conglomerado formado de elementos angulosos.

Ainda, abrir uma brecha é enfraquecer uma defesa; abrir caminho. Estar na brecha é estar sempre atento às oportunidades. Ter brecha é ter oportunidade.


Agora, para muitos, brecha é apenas uma gíria designada para "espiar" o que, na maioria das vezes, não está à mostra.

(Foto: Google)

domingo, 26 de fevereiro de 2012

Ler no banheiro V



Já, no Brasil, atribui-se a falta de leitura de alguns dos seus governantes às grandes livradas ocorridas na história política do país.

Da apresentação do livro Eu Conto, de Totonho Laprovitera.
Croquis de Oscar Niemeyer.

A quem interessar possa


A jovem Virgínia, bem cedo, à espera de alguém que encare uma pelada.

Se tem uma coisa que eu morro de pena, é assistir alguém sofrer de solidão. Pois bem, para bater uma bolinha, a jovem Virgínia vai todos os dias à quadra de vôlei de praia da Beira Mar e não tem encontrado seu ninguém pra dividir uma rede com ela.

Aí, tímida até o talo, a solitária atleta se encastela no seu recato e vive fazendo beicinho de choro. Dói na gente o drama dela. Mas, pra tudo se dá um jeito e ela decidiu deixar o amadorismo de lado! A combinar, gratificará com uma determinada quantia pela parceria do bate bola praiano!

(Foto: Google)

América Football Club


Na 52ª edição  do Campeonato Cearense de Futebol, em 1966, o América, 31 anos depois, conquistou seu segundo título de campeão cearense.  

Futebol, 1966.

A base do time naquele ano era: Pedrinho, Ribeiro, Cícero. Ninoso e Vila Nova; Luciano Frota ou Osmar, e Loril: Pinha, Zé Gerardo Wilson e Baybe. Compunha o elenco, ainda, os atletas Milton Bailarino e Fernandinho. No ano seguinte contratou Mozart e Da Silva, para reforçar a equipe na Taça Brasil, quando colocou 40 mil pessoas no Estádio Presidente Vargas, no jogo em que foi eliminado pelo Náutico, de Recife.

Marcílio Browne e Aécio de Borba, dois baluartes da diretoria do vitorioso América.

Foi num tempo em que o clube vermelho e branco também dominou no basquete e futsal. Dirigiam o América: Marcílio Browne, Aécio de Borba, Lívio Amaro e Zé Lino da Silveira.

Antiga sede do América Football Club, bicampeão cearense e que hoje agoniza na Terceira Divisão do Campeonato Cearense.

No basquete, formou uma equipe de primeira linha, tendo como titulares os irmãos Chico Barbosa, Keké e Zé Flávio, mais o Olavo Pimenta e  Benjamin Moreira. Foi campeão cearense nos anos 1962, 1963, 1964, 1966 e 1967.

Basquetebol, nos anos 1960.

No futsal, mesmo estando ausente do campeonato adulto desde 1969, ainda permanece como o segundo clube a ter mais títulos na modalidade. Foi campeão cearense nos anos 1957, 1958, 1964, 1965, 1966, 1967, 1968 e 1969. Dentre seus craques, destaco Fernandinho e Zé Milton.

1968. Time de futsal do América. Da esquerda pra direita. Em pé: Fernandinho e Zé Milton. Agachados: Cacá, Plácido e Zé Frota.

Em 1997, no futebol, o clube foi rebaixado para a Segunda Divisão e nunca mais voltou à elite estadual.

(Fotos: Google e Acervo de Viviane Oliveira)

Dia do Marfrutas


Marcelo e Totonho.

Ontem, por ocasião de seu aniversário, meu amigo Marcelo Vitor Braga foi abraçado e comemorado por uma legião de animadíssimos amigos, admiradores e seguidores.

Marfrutas emociona-se com a homenagem de grandes amigos...

Pois é, o Marfrutas pratica uma liderança natural com os viventes da alegria da felicidade da vida.

E agradece, na rapidez de quem, no Faroeste, só atira alegria!

Marcelo, que a vida sempre lhe renda bons frutos!

(Fotos: Joana Laprovitera)

Leruaite do Falcão

Negada, o Falcão é o caba! 


Estreia quarta, às 22 h, na TVC.

Energia!


"Fácil é abraçar, apertar as mãos, beijar de olhos fechados. Difícil é sentir a energia que é transmitida. Aquela que toma conta do corpo como uma corrente elétrica quando tocamos a pessoa certa." (Carlos Drummond de Andrade)

(Foto: Google)

Metrokombis

Em constante expansão e modernização da rede, a Company Metropolitan of Taquary adquiriu, recentemente, novas composições para suas linhas.

Os Metrokombis são veículos para a prestação do serviço de transporte de passageiros para toda a população da cidade.

Na busca invariável para conservar e melhorar seus padrões de serviço, o Metrô de Taquary tem se orientado sempre pelo incentivo à tecnologia nacional, estimulando e participando do desenvolvimento de empresas de engenharia e fornecedores de sistemas dentro de padrões de qualidade compatíveis com os oferecidos no mercado internacional.

(Foto: Google)

Divórcio na velhice



Um casal de velhinhos procurou um advogado para lhes divorciar. O causídico, vendo-os numa idade um tanto avançada, perguntou qual a razão deles tomarem essa decisão. Resolvida ao divórcio a velhinha falou:

- Veja doutor, é que ele tem, com muito, mas, muito esforço, uma única ereção no ano e...

O velhinho, bastante nervoso, a interrompeu dizendo:

- E ela quer que eu a desperdice com ela!

Ventilador no 3


Do Bairro das Pedrinhas, em Sobral, Wanderleyde Assunção nos confessa: "Pra acabar com o calor, não adianta tirar a roupa se o ventilador não estiver no 3!"

(Foto: Google)

E a cultura, ó!



De uma namorada do Osmilton, o Paraíba: “A vida é feita de frases. Frases boas e frases más!”

Em tempo: O Osmilton também é o Candidato, do programa do Mução.

Cidadania Sobralense

Lucidio Carneiro, nosso correspondente interplanetário em Brasília,  nos escreve desejando-nos uma excelente Quaresma, ao mesmo tempo em que nos envia uma foto, de agosto de 1992, por ocasião da outorga do titulo de Cidadão Sobralense ao ex-ministro da Justiça Armando Falcão. 

Na foto, notáveis cidadãos que vale a pena lembrar. 

Em noite de gala, da esquerda pra direita. Sentados: Valdecir Vasconcelos, Luciano Arruda, Armando Falcão, Zé Monte, Professor Teodoro Soares, Doutor Zequinha Parente, Evaristo Linhares e Doutor Valmir Araujo. Em pé: Doutor Damasceno e Hélio Monte. 

(Foto: Acervo Lucidio Carneiro)

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Ler no banheiro IV



Na Grécia, Hipócrates conta o tratamento das dilatações de veias anais por meio de sangria no braço para conter o fluxo hemorrágico. Embora não sofressem de prisão de ventre, em sua maioria, os gregos mal usavam a abertura exterior do tubo digestivo, na extremidade do reto, para expelir seus excrementos.

Da apresentação do livro Eu Conto, de Totonho Laprovitera.

A oficina do Mestre Descartes Gadelha

Blog do Laprovitera - Coluna do Macêdo

Descartes Gadelha.

Na oficina de render bronze, gente maquinada desanuvia mundo de prontidão sonhado que fora Conselheiro, um tal Antonio. De cá é outra luta. O tímpano de orquestra resolvido após vencimento do latão, posto a fazer amizade forçada com a fibra indócil. Bem ali, um barco enorme sonha o oceano e não vê a hora, enquanto o armador lunático passeia insone em roda da criatura, seu poema náutico. De lá, o pigmento derrotado cumpre com desmedida resignação os desígnios do seu dominador mutilado durante a bravura, mas intacto no seu destino. Quarto de pintar é o mesmo de sonhar, sonho é pintura na construção silogística de Gadelha que é também escultor, compositor, percussionista, escritor, artesão, inventor, estudioso e propagador de cultura, mas não é multimídia. Também não é próprio dizer que é artista completo, porque soará arrogante demais para um sujeito que transitou vida inteira de chinelo e bermuda pelo “Beco dos Pintos”. Descartes Gadelha é um Griô.

Descido dos oitizeiros da Tristão Gonçalves e caminhado até hoje, passado pela Rede Ferroviária, Escola de Samba Ispaia Brasa e incontáveis maracatus, Descartes Gadelha é restante dos quase setenta anos de muitas e boas. Passado e repassado na casca do alho, redemoinha seus inventos sonhando vertigem e costurando o tempo com pincel e tinta. Umas vezes poeta, outras vezes também.    

Obras de Descartes em exposição
MAUC - Museu de Arte da Universidade Federal do Ceará - Sala Permanente
MOANA – Avenida Beira Mar, 4260
Casa do Sentir - Avenida Barão de Aracati, 457

Dono de bar


O Taquary Research Institute realizou uma pesquisa, onde 85% dos entrevistados disseram evitar bar de dono educado!

Tá vendo?!

(Foto: Tuca Mandinusso)

Fidel no Guinness

Fidel.

O líder cubano Fidel Castro entrou para o Livro Guinness dos Recordes como a pessoa que mais vezes tentaram assassinar no mundo: pelo menos em 630 vezes. 

(Foto: Google)

Olhar seios por 10 minutos prolonga a vida do homem

Recebi, por e-mail, e repasso:
"Estudos comprovam: Olhar seios por 10 minutos prolonga a Vida do Homem

Saúde!

De acordo com a pesquisa alemã publicada na “New England Journal of Medicine”, os homens que ficam observando os seios de uma mulher pode prolongar a sua vida. 'Apenas 10 minutos olhando belos e charmosos seios femininos é equivalente a 30 minutos de Academia', diz o Autor Dr. Karen Weatherby, um Gerontólogo.

A equipe liderada por Weatherby iniciou essa pesquisa em três hospitais em Frankfurt, na Alemanha, e encontreu esse resultado após o monitoramento por cinco anos da saúde de duzentos indivíduos do sexo masculino, metade dos quais foram convidados a olhar para os bustos das mulheres diariamente, enquanto a outra metade teve que se abster de fazê-lo.

Olhar para os seios apresentou uma redução na pressão arterial, baixas taxas de repouso da pulsação e diminuição do risco de doença arterial coronária."

E o bichinho de pelúcia?

"Prezado Laprovitera,

Inicialmente, peço licença para apresentar-me. Sou carioca da gema e a minha atividade profissional é a de fotógrafo jornalístico, tendo, em meus quase 40 anos de batente, realizado coberturas fotográficas dos mais importantes acontecimentos do Estado do Rio de Janeiro.

Bem, resumindo, fui solicitado para fotografar uma famosa beldade que desfilaria com um bichinho de pelúcia, no carnaval, na Marquês de Sapucaí. Ocorre que perdi todos contatos do solicitante, o que me impede de cumprir o meu compromisso da entrega do material ao boa praça, que reside em Fortaleza e é bastante parecido com o Rei Roberto Carlos.

Sem querer incomodar, você poderia identificá-lo para mim, para eu poder fazer a entrega da foto que abaixo segue?

Cordialmente,
Fulano de Tal (ilegível)"


Prezado fotógrafo,

Se a famosa beldade da foto for a Rosemary, eu posso ajudá-lo, sim. O boa praça é o ex da bela e talentosa artista, o meu amigo Aymar!

Avisarei para ele entrar em contato com você.

No mais, parabéns pelo instantâneo do registro fotográfico!

Saudações,
Laprovitera

Em tempo: Não vi o bichinho de pelúcia.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Ler no banheiro III



Os livros sagrados do budismo, na Índia, registram o nome do médico Jivaka, notabilizado pelas operações que efetuava e pelas alusões ao tratamento de hemorroidas. Ele não associava o hábito da leitura ao defecar com as patologias dos “fiofós”.

Da apresentação do livro Eu Conto, de Totonho Laprovitera.

Tourada


A tourada é um tradicional espetáculo de Portugal, Espanha e França, bem comum em alguns países da América Latina, como o México, Colômbia, Peru, Venezuela e Guatemala. Ela consiste no duelo entre touro e toureiro, através de técnicas conhecidas como arte tauromáquica.

Eu já fui à uma em Madri e achei de uma brutalidade sem igual. Para o touro ter alguma chance, tem é Zé!



Fonte: Wikipédia.

Rock cabeça


Pink Floyd foi uma banda de rock britânica formada em Cambridge, Inglaterra, em 1965, que atingiu sucesso internacional com sua música psicodélica e progressiva. Seu trabalho foi marcado pelo uso de letras filosóficas, experimentações musicais, capas de álbuns inovativas e shows elaborados. O Pink Floyd é um dos grupos de rock mais influentes e comercialmente bem-sucedidos da história, tendo vendido mais de 300 milhões de álbuns ao redor do mundo. A banda foi induzida ao Hall da Fama do Rock and Roll em 1996.

Sigismund Schlomo Freud (1856-1939), mais conhecido como Sigmund Freud, foi um médico neurologista judeu-austríaco, fundador da psicanálise. Freud nasceu em Freiburg, na época pertencente ao Império Austríaco; atualmente a localidade é denominada Příbor, na República Tcheca.

Fonte: Wikipédia.
(Imagem: Google)

Diferença dos is

Recebi, por e-mail, e repasso.


Diferença entre o "i" dos americanos e o "i" dos brasileiros. 

Vida de americano:iPhone, iPod, iPad, iMac, i30, iBM, intel. 
Vida de Brasileiro: iPTU, iPVA, iCMS, iSS, iNSS , iRPF; iPI, iOF etc.

A oficina do Mestre Zediolavo


Blog do Laprovitera - Coluna do Macêdo

Descartes Gadelha e Zédiolavo.

Montese, diria o poeta, é o mundo e como dizemos no sertão, é gente que não acaba mais. Uma estrutura de dar inveja a muitas cidades consideradas grandes assiste uma população considerável. Lá num canto, contudo, há um pintor que fará mês que vem, 70 anos, cinquenta e tantos só de pincel. Com isso me recordo de uma trova modesta que fiz para o Mestre Pedro Bandeira, grande poeta de Juazeiro e que peço licença ao leitor para repetir.

Respeitem a maestria
em sua maturidade
O que tenho de idade
ele tem só de poesia

O verso aqui também tem serventia e cai bem ao poeta Zediolavo, que da Itaoca pinta o mundo de forma inventada e segue remoendo maneira de fazer mais coloridos, os caminhos do seu bairro. Quase sisudo, traz na bagagem uma vida de letreiros, cartazes e ilustrações feitas ao lado do velho companheiro Descartes Gadelha, para os mais variados destinos. De gente mesmo Zediolavo leva jeito, mas a pintura de ofício é um verso permanente.

Obras de Zediolavo em exposição
Moana – Avenida Beira Mar, 4260
Casa do Sentir - Barão de Aracati, 457 - (85) 30879785

(Foto: Acervo Carlos Macedo)

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Ler no banheiro II



Contam que, em 2750 a.C., a medicina egípcia já se preocupava com as doenças anais. Existia até um médico pessoal do Faraó que possuía o título de “O guardião do ânus do Faraó”. No entanto, os soberanos do antigo Egito não sabiam ler.

Da apresentação do livro Eu Conto, de Totonho Laprovitera.

Bloco dos Sujos do João Barbosa


De vez, meu amigo João Barbosa estabeleceu a tradição do sobralense carnaval da Serra da Meruoca. Aliás, com a sua peculiar leveza do jeito de ser, ele representa a legítima e inteligente irreverência do bom humor de Sobral.

Da esquerda pra direita: Boil, Ildefonso Cavalcante, João Barbosa, Humberto Lopes Cavalcante, Djalma Gomes e, agachado, Sávio Ponte.

Se Deus quiser, para o ano eu vou!

(Foto: Acervo Humberto Lopes Cavalcante)