terça-feira, 30 de setembro de 2014

Retrato 3x4


Diz João Bosco Maia Martins que o mais importante para se tirar um bom retrato 3x4 é a expressão do fotografado.

“Seja uma expressão de felicidade, serenidade, alegria e até tristeza, o importante é que aquele retrato passe alguma emoção para quem está vendo”, comenta Bosco.

(Foto: Aba Film)

Marrapá!


O rapaz Muammar Abu Minyar al-Gaddafi tornou-se militar (oficial socialista), político, ideólogo e ditador líbio, sendo chefe de estado do seu país, entre 1969 e 2011.

(Foto: Google)

A Maçã no Escuro

Clarice Lispector, no lançamento de seu livro A Maçã no Escuro, com Tom Jobim.

A Maçã no Escuro é um romance de Clarice Lispector que narra a trajetória de Martim, fugitivo da cena de um crime. Durante a fuga ocorrem diversos pensamentos que remetem ao existencialismo e mesmo à filosofia hindu. 
O livro ganhou Prêmio Carmem Dolores Barbosa de melhor livro em 1961.

(Foto: Google)

Adeus ao Orkut


A quem interessar possa, hoje, 30/09/2014, o Orkut está sendo oficialmente encerrado.

Bronco


Filho da Calunga, cadela de um dos nossos vizinhos, e de pai desconhecido, Bronco foi um cachorro que marcou época em nossa casa. Ele era da minha irmã Fefé e, ainda pequenino, logo granjeou a afeição de todos nós. 

No final dos anos 1960, em nosso endereço da rua Tibúrcio Cavalcante, o juvenil galã Bronco, de porte médio, pelo longo e branco, com manchas pretas, tornou-se um belo animal. E não demorou muito para começar a aprontar suas memoráveis cachorradas. No sítio da Parangaba, iniciando-se na arte de namorar, prática para qual demonstrava graúda vocação, enfronhou-se com a esquálida Tuninha, escolada cachorra dos moradores. 

No início da década de 1970, quando nos mudamos para a avenida Desembargador Moreira, o precoce Bronco já era o cão de danado. Passado na casca do alho, sem dar a menor pista para onde fosse, aventurando-se, sumia por uma semana. Quando voltava, cabisbaixo, trazia na boca uma folha que, comumente, deixava no colo da minha mãe, em gesto de pedir perdão. Era um verdadeiro cavalheiro.

Muitas vezes, porém, chegava da farra todo lascado, trazendo doridas feridas de quem havia brigado feio na rua. Certamente, em peleja por alguma disputada cadela.

Assim era o romântico Bronco. Em casa, quieto e bem-humorado. Um santo. Na rua, um inveterado Dom Juan à caça de suas conquistas amorosas.

Um dia, porém, Bronco saiu pra rua e nunca mais voltou. Ninguém ficou sabendo se foi apanhado pela carrocinha, atropelado ou, sei lá... O certo é que sumiu do mapa, sem deixar o menor rastro. 

Vai ver que, arrebatadamente, ele se mandou para o estrangeiro com alguma gringa canídea.

Morris Albert, Feelings

Morris.

O maior sucesso do brasileiro Maurício Alberto Kaisermann, o Morris Albert, lançado em 1974 e regravado por artistas como Frank Sinatra, Ella Fitzgerald e Gretchen, foi considerado uma cópia de "Pour Toi", do francês Louis "Loulou" Gasté, gravada pela cantora Line Renaud, em 1956

O tribunal norte-americano considerou a música um plágio e sentenciou  a indenização de US$ 500 mil, além de destinar 88% dos royalties futuros, ao francês. Hoje, o crédito da canção é Gasté/ Morris.

(Foto: Google)

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

O bar do Seu Airton


Há muito tempo, coisa de uns trinta anos, creio, fui chamado a frequentar o bar do Seu Airton, pelo colega Romeu Duarte, pioneiro do lugar. Não sei por qual razão, mas nunca deu certo de eu ir lá, quando ainda era na Visconde de Mauá, salvo engano.

Tempos depois, quando inventei de ter um programa de televisão, convidei o Cláudio Pereira para uma entrevista. A gravação seria externa, assim, pedi para que o Pereira escolhesse um espaço. De pronto, ele indicou o bar do Seu Airton, “o de uma mesa só e que tem biblioteca”, como gostava de apresentá-lo.

Acatada a indicação do Pereira, estreei no bar do Seu Airton acompanhado de uma equipe de televisão. Confesso que no começo, ao chegar, me senti meio invasor do recinto, pois notei os frequentadores do bar estranhando aquela confusão toda dos preparativos de gravação. Mas, para a minha alegria, fui muito recebido por todos, com a surpresa de conhecer o simpático Seu Airton, que me diziam ser um idoso lungamente abusado.

Findada a gravação, logo principiei os trabalhos de boemia, tirando proveito daquela preciosa casa etílica-cultural, argentária de pessoas inteligentes e agradáveis.

Voltei ao bar do Seu Airton outras vezes. Menos, é claro, do que eu gostaria de ter voltado.

Esteira ergométrica elétrica


Utilizar uma esteira ergométrica elétrica pode ser uma oportunidade para você sair do sedentarismo, praticando bons exercícios e melhorando a sua qualidade de vida.

Agora, nunca é demais lembrar que antes de iniciar qualquer atividade física, faça um exame clínico com um médico, para você ter a tranquilidade à prática de exercícios físicos.

(Foto: Google)

domingo, 28 de setembro de 2014

Regiões expostas


Em dia de praia, não custa nada lembrar que os raios solares lesam a pele, causando o desenvolvimento de sardas, manchas, rugas, linhas de expressão e envelhecimento prematuro. Problemas que podem ocorrer em qualquer parte do corpo, geralmente nas regiões expostas.

Pois é, se danos acarretados pelo sol se apresentarem em sua pele, saiba que existem vários procedimentos para revertê-los. Ainda que não se acabe com eles definitivamente, pode-se diminuí-los bastante com cuidados regulares.

(Foto: Google)

Laprovitera

Laprovitera - Mulher em luz azul 1 - 2013 - AST - 40 x 40 cm.

Laprovitera


Laprovitera - Mulher em luz azul 2 - 2013 - AST - 40 x 40 cm.

O desconhecido rebelde


O história foi a seguinte.

O incidente ocorreu em 1989, próximo à Praça da Paz Celestial, na Avenida da Paz Longa, em Pequim, um dia após o governo chinês reprimir violentamente os protestos de Tiananmen.

Um jovem ficou no meio da avenida, enquanto uma coluna de tanques se aproximava. Segurando duas sacolas, uma em cada mão, quando os tanques paravam, ele parecia tentar mandá-los embora. Em rebate, o tanque da frente tentou desviar do destemido jovem, que repetidamente se plantava em frente ao tanque. Após bloquear os carros-de-combate, o jovem subiu ao topo do da frente e dialogou com seu comandante. Depois disso, duas pessoas vestidas de azul o levaram embora, sumindo na multidão. Então, os tanques seguiram seu caminho.

Mais do que depressa, as imagens do jovem se posicionando em pé, parado e sozinho em frente à coluna de tanques, se espalharam e alcançaram audiência internacional. Foi matéria de destaque nas televisões, jornais e revistas do mundo. Em 1998, a revista Time incluiu O Rebelde Desconhecido na lista das 100 pessoas mais influentes do século.

Bem, quase nada se sabe a respeito da identidade do jovem ou do comandante do tanque. Pouco depois do incidente, um tabloide britânico afirmou ser Wang Weilin, estudante de 19 anos, que havia sido preso, por agitação política e tentativa de subversão de membros do exército. Porém, questiona-se a veracidade dessa afirmação. Inúmeros zunzuns se espalharam acerca da identidade do jovem e de suas intenções, mas nenhuma delas pode ser provada. Controvérsias existem sobre o paradeiro do jovem.

Uma testemunha disse que o jovem, não identificado, foi levado pela polícia secreta e executado. Um ex-assistente da presidência dos Estados Unidos afirmou que ele havia sido executado depois de 14 dias do ocorrido. Outras fontes asseguram que ele foi morto pelo pelotão de fuzilamento, poucos meses após os protestos de Tiananmen. Uma jornalista chinesa falou que o jovem ainda vive e se mantém escondido no interior da China. Segundo informações obtidas por ela, o governo chinês investigava sobre o rebelde ainda um ano depois das manifestações de Tienanmen.

Enfim, o governo da República Popular da China quase nada afirmou a respeito do incidente e das pessoas envolvidas. Numa entrevista, em 1990, o então Secretário Geral do Partido Comunista da China e depois presidente do país, foi arguido sobre o destino do homem. O líder chinês primeiro disse que não tinha condição de afirmar se o jovem havia sido preso ou não. Depois, falou que achava que ele não havia morrido. Um artigo do Apple Daily de Hong Kong, de 2006, afirmou que há rumores de que o tal jovem encontra-se vivo e morando em Taiwan.

(Foto: Google)

A América antes de Colombo


Que a América foi descoberta por Cristóvão Colombo, em 1492, todo mundo sabe. Agora, de 1418, um mapa chinês sacudiu o mundo acadêmico, pois significa uma prova indiscutível de que os chineses conheceram as Américas bem antes dos europeus.
Datado de 1763, o histórico documento seria uma cópia de um mapa cartográfico de 1418, portanto, do século XV. Ele teria sido feito pelo ilustre almirante chinês Zheng He.

A respeito da América ter sido descoberta pelos chineses, em específico por Zheng He, famoso na dinastia Ming, sabe-se que o almirante transpôs os oceanos entre 1405 e 1418 e suas aventuras ficaram bem documentadas no livro As Maravilhosas Visões da Frota Estelar, publicado na China, por volta de 1418.


O mapa, ainda, conta episódios sobre os habitantes do litoral ocidental da América: "A pele da raça nesta região é de uma cor vermelho escuro, e usam penas nas cabeças e quadris", enquanto que sobre os australianos escreve que "a pele de um aborígene é negra. Todos andam nus e carregam artigos de osso à cintura".

(Foto: Google)

sábado, 27 de setembro de 2014

Grupo de dois

Maninho e Vaval.

Quando se encontram, na arte de bem servir, Vaval e Maninho compõem um precioso grupo de dois.

Pois é, quando o Point da Lauro Maia prenuncia casa cheia, o megaempresário Olival Benicio convoca o eclético Maninho para atender aos clientes.

Falando em serviço de bar, no Brasil, é comum clientes gratificarem os garçons com uma taxa de 10%, adicional à conta. Nos Estados Unidos, se pratica 15 a 20%. Já, no Japão, os clientes e servidores se recusam a dar e receber gratificações, pois não é um costume nipônico.

(Foto: Markus Inrique)

Michael Jackson, Wanna Be Starting Somethin'

Michael.
Abrindo Thriller, de Michael Jackson, um dos discos mais vendidos de todos os tempos, pouco depois de chegar às prateleiras, em 1983, a canção Wanna Be Starting Somethin' foi acusada de ter sido copiada de Soul Makossa, do saxofonista e cantor camaronês Manu Dibangode, gravada em 1972. 
Por ter usado a linha melódica no final da canção, por direitos autorais, Michael teve que pagar 1 milhão de francos franceses - cerca de US$ 200 mil - a Dibango.
(Foto: Google)

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Pianíssimo


A Associação Amigos do Piano do Ceará (APICE) realiza, neste sábado, 27/09/2014, o primeiro concerto da série Pianíssimo, versando o piano como figura central das apresentações musicais.

Com Piano Solo de Karina Toledo e Michele Lucena, o recital compõe a programação do projeto Percursos Urbanos, do Banco do Nordeste (BNB), que exibirá um passeio permeado de histórias em torno do piano. O evento é uma parceria da APICE com a Casa das Artes da Universidade Federal do Ceará (UFC), a Casa de Vovó Dedé, o Theatro José de Alencar e o projeto Percursos Urbanos.

Serviço
Recital de Piano Solo (série Pianíssimo) 
Data: 27 de setembro (sábado) 
Horário: 18h 
Local: Theatro José de Alencar (Rua Liberato Barroso, 525 – Centro) 
Entrada: Franca 
Mais informações: (85) 3278-7405 – APICE ou (85) 3101-2583 – Theatro José de Alencar

Carlinhos Patriolino no Cantinho do Frango


Neste domingo, dia 27, às 19 horas, no Cantinho do Frango, acontecerá mais um show do projeto Encontros, idealizado pelo guitarrista Mimi Rocha. Dessa vez os artistas convidados serão Carlinhos Patriolino e Tito Freitas. No repertório, bossas, sambas e choros que marcaram a história desse duo instrumental.

Passeio completo


 O elegante garoto Elias.

Na aristocracia fortalezense dos anos 1950, era corriqueiro os meninos vestirem paletó nas festas familiares, de acordo com os padrões instituídos pela exigente sociedade de então.

(Foto: Acervo Elias Bachá Neto)

Fotografar contra a luz


Dizem os manuais que fotografar contra a luz é um erro. No entanto, pode ser uma boa oportunidade de aproveitar essa situação para fazer ótimas imagens, desde que a luz não venha de forma excessiva contra a lente.

(Foto: Google)

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Chamada a cobrar


Noventa, vinte e um, oito, oito, tarará, tarará...

"Chamada a cobrar: diga seu nome e a cidade de onde está falando".

Triiim, triiim, triiim...
 
"Chamada a cobrar: para aceitá-la, continue na linha após a identificação."

- Alô...
- Mãe, sou eu!
- Eu sei, Renner Maicon, só podia ser você...
- Mãe?
- Diga, fi...
- A bença, mãe!
- Deus te abençoe.
- Tudo bem, mãe?
- Tudo, e com você?
- Tombém. Mãe...
- Diga...
- Mãe, eu achei aqui um bocado de nome igual da gente, ó...
- Vaila... Onde?
- No catalo do telefone, mãe...
- Nã... Coidado!
- Coidado com que, mãe?
- Não vá caçar parente aí, não!
- Por que?
- Proque parente é bicho danado pra gostar de tomar dinheiro emprestado e não pagar...
- Vixe, mãe, é mermo, né?
- É e vá procurar fazer o que preste, que esse negócio de tá só espiando catalo, num bota ninguém pra frente, não, viu?
- Armaria, mainha...
- É isso mesmo e tamo conversado!
- Tá certo, então, bença, mãe...
- Deus te abençoe. E vê se para de ligar a cobrar, viu?
- Viu...

Pu-pu-pu...

Estrela de Davi


Apresentando várias interpretações e presente em diversas manifestações culturais e religiosas, a Estrela de Davi é um símbolo de grande valor para os judeus e israelitas, fazendo até parte da bandeira de Israel.

Em hebraico, a expressão Estrela de Davi é Magen David, que significa escudo de Davi. É um símbolo de realeza e, antigamente, muitos guerreiros do povo de Israel traziam esse símbolo em seus escudos, durante as batalhas.

Historiadores indicam que o símbolo é composto por dois triângulos porque no alfabeto hebraico o nome Davi era formado por três letras: Dalet, Vav e Dalet. Por ser a letra Dalet de forma triangular, a Estrela de Davi é constituída pela aposição de duas das três letras do nome.

Alguns autores defendem que um dos triângulos representa o homem e as suas três vertentes – corpo, alma e espírito –, e o outro remete para Deus, com os seus vértices expressando a Santíssima Trindade – Deus Pai, Filho e Espírito Santo. A Cabala, por exemplo, sugere que a Estrela de Davi envia para o confronto do bem contra o mal, do espiritual contra o físico. Além disso, os doze lados da estrela podem representar as doze tribos de Israel.

Durante o holocausto, os nazistas identificavam os judeus, nos campos de concentração, por meio da representação da Estrela de David em suas roupas.

Atualmente, a Estrela de Davi é bastante usada em tatuagens.

(Foto: Google)

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Aécio, na Feira de São Cristovão


Ao lado do cantor Raimundo Fagner, domingo passado último, Aécio Neves, candidato à Presidência da República, ouviu os repentistas durante a sua caminhada na Feira de São Cristovão, no Rio de Janeiro.

(Foto: Orlando Brito)

Mário e Oscar


“Eu fiz um acordo com o tempo... Nem ele me persegue, nem eu fujo dele... Qualquer dia a gente se encontra e, dessa forma, vou vivendo intensamente cada momento”... (Mário Lago, 1911-2002, poeta, radialista, advogado, compositor e ator)

“Não é o ângulo reto que me atrai, nem a linha reta, dura, inflexível, criada pelo homem. O que me atrai é a curva livre e sensual, a curva que encontro nas montanhas do meu país, no curso sinuoso dos seus rios, nas ondas do mar, no corpo da mulher preferida. De curvas é feito todo o universo, o universo curvo de Einstein”. (Oscar Niemeyer,1907-2012, arquiteto)

(Foto: Google)

Mestre Google!


Alô, políticos que, exageradamente, dão o maior valor citar números, percentuais etecetera e tal... Cuidado com o Mestre Google!

(Foto: Google)

Ovos e tomates podres


Em uma certa cidade do interior, nestes tempos de eleição, um indivíduo chegou no mercadinho e comprou todos os ovos e tomates estragados que encontrou. Intrigada, a jovem caixa perguntou:

- Por acaso, o senhor vai ao comício do deputado?

E o indivíduo:

- Psss... Fale baixo, que eu sou o deputado...

Decepção do arquiteto


De 1944, em Berlim, essa foto exibe Albert Speer, arquiteto-chefe e ministro do Armamento do Terceiro Reich, da Alemanha Nazista, bastante acabrunhado, após visitar uma área inteiramente arrasada por um bombardeio, onde seria edificado um grande projeto arquitetônico de sua autoria.

terça-feira, 23 de setembro de 2014

Guignard, Sonhos e Sussurros

Guignard.

Nascido em Nova Friburgo, Rio de Janeiro, Alberto da Veiga Guignard (1896-1962), artista completo que atuou em todos os gêneros da pintura – de naturezas mortas, paisagens, retratos até pinturas com temática religiosa e política, além de temas alegóricos –, ficou famoso por retratar paisagens mineiras.

Guignard nasceu com lábio leporino, o que causou horror e compaixão aos seus pais. Ainda pequeno, ficou órfão de pai e a mãe logo casou-se com um falido barão alemão, bem mais novo que ela, com quem se mudaram para a Alemanha.

Sua formação foi baseada em modelos europeus. Na Europa, onde viveu dos onze aos 33 anos, frequentou as Academias de Belas Artes de Munique, estudando com Herman Groeber e Adolf Engeler, e de Florença.

Voltando ao Brasil, nos anos 1920, tornou-se um nome representativo dessa década e da seguinte, juntamente com Cândido Portinari, Ismael Nery e Cícero Dias.

Ainda jovem, norteou um grupo do qual participavam Iberê Camargo, Vera Mindlin e Alcides da Rocha Miranda. Nessa época, em 1944, a convite de Juscelino Kubitschek, então prefeito de Belo Horizonte, instalou um curso de desenho e pintura no recém-criado Instituto de Belas Artes. A partir daí, apaixonou-se pela cidade e mudou-se para lá.

Até a sua morte, Guignard expôs inúmeras vezes no Brasil. Em 1953, dedicaram-lhe uma retrospectiva no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro e, em 1992, no Museu Lasar Segall.

O Museu Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro, sob a curadoria do marchand Jean Boghici, amigo pessoal de Guignard, realizou uma grande retrospectiva, com caráter internacional, em 2000.

Guignard era apaixonado pelas montanhas de Minas Gerais, seu céu e suas cores, as manchas nos muros e o seu povo. Contribuiu na formação de artistas que romperam com a linguagem acadêmica e ajudou a consolidar o modernismo nas artes plásticas em Minas, onde grande parte de seu período vivido está representado no Museu Casa Guignard.

O corpo de Guignard descansa na Igreja de São Francisco de Assis, em Ouro Preto, onde viveu até 1962.


Falando no artista, será aberta hoje, terça-feira, 23/09/2014, a exposição Guignard, Sonhos e Sussurros, com curadoria de Denise Mattar, na Galeria Almeida e Dale, em São Paulo.

(Foto: Google)

Marminino!


Acusado de ladrão de lojas e malandro, o menino Nicolae Ceaușescu tornou-se um líder comunista, presidente da Romênia socialista, de 1965 até sua execução em 1989.

(Foto: Google)

Tênis


Os tênis tem tamanhos que podem variar de marca para marca. Normalmente, existe um padrão para mostrar esses tamanhos na escala US, EU e BR.

Muitas marcas estão usando a medida em CM, que é uma escala padrão. Esta medida é o tamanho da palmilha do tênis

(Foto: Google)

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Medo de avião


Na sala de embarque do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, um cara estava bastante nervoso, pelo medo de viajar de avião. Suando mais do que tampa de chaleira, andava pra lá e pra cá, prestando atenção em tudo.

Pois bem, de uma hora pra outra, quando dei fé, o vi perguntar alguma coisa a alguém, se avexar em direção ao balcão do portão de embarque e, apreensivo que só, indagar para uma funcionaria da companhia aérea:

- Ei, moça! A senhorita vai me responder uma coisa e não vale esconder, não, tá?!
- Tenha calma, senhor.
- Como ter calma?!
- Senhor, o que lhe aflige?
- Moça, acabaram de me mostrar o avião que vou viajar e eu tô vendo que ele tá com defeito!
- Senhor, a aeronave não está com defeito.
- E por que é que chegou aqui rebocado?!
- Senhor, é um procedimento normal. O avião está sendo rebocado para ser manobrado no pátio de estacionamento das aeronaves.
- E quem me garante que ele não está com defeito e corre o risco de cair?
- Senhor, fique tranquilo, o avião é um dos mais seguros meios de transporte.
- Moça, eu acho que não vou mais viajar, não...
- Se o senhor está apavorado, então, decida pelo o que lhe for mais adequado. Agora, saiba, nós só morremos quando nos é chegado o dia e, pelo visto, hoje não é o de nenhum passageiro desse voo.
- É, mas o meu medo é que hoje seja o do piloto...
- Meu senhor, aceita um conselho?
- Sim?
- Não viaje hoje, não...

(Foto: Totonho Laprovitera)

George Harrison, My Sweet Lord

George.

My Sweet Lord, de George Harrison, foi questionada por uma empresa de Nova York, a Bright Tunes, que entrou na Justiça contra o ex-guitarrista dos Beatles, alegando que a canção era muito parecida com He's So Fine, de Ronald Macky, gravada em 1962, por The Chiffons.

George não admitiu culpa e acabou condenado por "plágio inconsciente", pagando mais de US$ 500 mil em indenizações.

(Foto: Google)

domingo, 21 de setembro de 2014

Comício


Logo no começo do lotado comício, um eleitor começou a chamar os candidatos de filho daquela, sem vergonha, mentiroso, ladrão, corrupto, pedófilo, assassino, traficante, vagabundo, preguiçoso...

Aí, no palanque, um pavoneado político perguntou:

- O que esse imbecil está fazendo aí?!

Aí, um bêbado do lugar, metido entre as autoridades, respondeu:
 
- Eu acho que ele tá fazendo a chamada...

A persistência da memória


 A persistência da memória, de Salvador Dali, 1931.

Eu sou do tempo em que a amizade valia independente de raça, classe social, política ou financeira.
Eu sou do tempo em que a palavra tinha valor e a sinceridade era de verdade.
Eu sou do tempo em que se respeitava os mais velhos e não se falava mal dos mortos.
Eu sou do tempo em que a simplicidade era comum e a humildade corriqueira.
Eu sou do tempo em que os filhos pediam a benção aos pais, avós e padrinhos.
Eu sou do tempo em que a maioria das pessoas buscava o juízo de praticar e compartilhar o bem.
Eu sou do tempo daqueles que acreditam que é possível ser feliz...

Família Imperial Brasileira

Rio de Janeiro, 1870.

Da esquerda pra direita. Em pé: Pedro Augusto, Princesa Isabel, D. Pedro II, Príncipe Pedro e Conde D'Eu. Sentados: Dona Tereza Cristina e os príncipes Antônio e Luiz.

(Foto: Google)

sábado, 20 de setembro de 2014

Karl Marx no Brasil?

Karl Marx e Carlos Marques Neto.

Na Internet, corre o boato de que Karl Heinrich Marx foi achado vivo em uma bodega de Montes Claros, Minas Gerais.

Ora, tendo nascido em 1818, se vivo fosse, o que seria bastante improvável, o
intelectual e revolucionário alemão, fundador da doutrina comunista moderna, que atuou como economista, filósofo, historiador, teórico político e jornalista, teria exatos 196 anos!

Ao que nos consta, em razão da imensa dor pela morte de sua esposa, em 1881, deprimido, Marx desenvolveu problemas de saúde suportados ao longo de toda a sua vida. Acometido de bronquite e pleurisia, faleceu em 1883, aos 65 anos de idade, em Londres, onde foi enterrado na condição de apátrida, no Cemitério de Highgate. 

Quanto ao suposto Karl Marx, bem, há quem diga que o sujeito seja, na verdade, o mineiro Carlos Marques Neto.
 
(Foto: Google)

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Retrato antigo

O fidalgo menino Osler.

Antigamente, era bastante comum os pais levarem os filhos a algum estúdio fotográfico para serem retratados, marcando uma época de suas vidas, em especial, a infância.

Até hoje em dia, um momento de nostalgia de várias famílias é o de recordar suas crianças, muitas vezes fotografadas com suas posses mais preciosas – seus brinquedos.

(Foto: Acervo Osler Machado)

Cama desarrumada


Dizem cientistas que deixar a cama desarrumada ajuda a eliminar os ácaros e outros seres causadores de alergias respiratórias e outros problemas de saúde.

Numa cama chegam a existir até 1,5 milhão de ácaros, observam os pesquisadores da Universidade de Kingston, na Inglaterra. Os microscópicos animais necessitam de umidade e calor para se proliferarem, condição mantida se a cama é arrumada logo após o acordar.

Agora, eis a dica dos cientistas: “Levante e afaste as cobertas da cama, de modo que o lençol receba ventilação e fique menos úmido e quente. Alguns minutos depois (tempo suficiente para lavar o rosto e escovar os dentes ou de um banho rápido), você já pode fazer a cama de modo que os ácaros sobrevivam menos.

(Foto: Google)

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

O nojo da moça


Hoje lembrei de uma história engraçada, ocorrida com uma amiga minha, no início dos anos 1970, quando ela era bem novinha.

Pois bem, surpreendentemente, a belíssima garota começou a namorar um rapaz bem mais velho do que ela. Mas, quando a novidade mal havia se espalhado pela cidade, veio a notícia de que ela já havia era acabado o namoro.

Os curiosos de plantão, então, passaram a investigar o caso e ela, na lata, não teve a mínima reserva de esconder a verdadeira razão da sua resolvida decisão: Pegou abuso do véi porque ele, na praia, pediu para ela lhe espremer uns cravos. Ela negou, negou, mas ele insistiu, insistiu, e na tentativa de agradar o persistente namorado, a moça não conseguiu efetuar o serviço, pois, engulhou, ao ponto de golfar em cima do namorado.

Pense numa menina reia pra ter nojo das coisas!

Rod Stewart, Do Ya Think I'm Sexy

Rod.
Do britânico Rod Stewart, a música Do Ya Think I'm Sexy foi lançada em 1978 e dominou as pistas de dança.
 
Pois bem, não demorou muito para notarem a imensa semelhança com o famoso "tê tê teretê tê", refrão de Taj Mahal, de Jorge Ben, lançado no álbum Ben, em 1972.
 
Resolvido extrajudicialmente, o caso foi admitido por Stewart, em sua biografia de 2012, como "plagiarismo inconsciente".

(Foto: Google)

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Marminino!


Introvertido e detestado pelos colegas, que o chamavam de Barata, o menino Vladimir Putin tornou-se agente do KGB, no departamento exterior, e chefe dos serviços secretos soviético e russo, KGB e FSB, respectivamente. Atualmente, é o atual presidente da Rússia.

(Foto: Google)

Negro, e daí?


"Não vejo problema em chamar ninguém de negro. Sou negro, e daí? Ficaria ofendido se me chamassem de mau caráter". (Milton Gonçalves, ator)

(Foto: Anderson Borde/Léo Marinho/AgNews)

O gagau do Depardieu

O médico de Depardieu já se mostrou preocupado diante de seus hábitos.

Em entrevista ao tabloide diário britânico The Mirror, Gerard Depardieu (1948) afirmou beber sempre que está enfadado, menos em momentos de abstinência obrigatória, pois, depois de ter passado por cirurgia e por causa do seu colesterol, ele tem que se precaver.

Diz o ator que começa o dia bebendo champanhe e vinho tinto antes das 10 da manhã e que consegue sorver umas 15 garrafas de vinho por dia.

Nas refeições, Depardieu toma duas garrafas de vinho. Depois, bebe champanhe, cerveja e licor francês, para mais tarde, passar para a vodka e uísque. Ao terminar o dia, ele conta que tira um cochilo de 10 minutos, dá um tapa em um vinho rosê e se sente “fresco como uma margarida”.

O ator revelou que bebe por causa da euforia, mas, lembra: “Existe mais na vida, além de ficar bêbado”.

Gerard Depardieu, hoje morando na Rússia, abdicou da cidadania francesa em 2012, quando o Presidente François Hollande impôs um aumento de 75% nos impostos para os mais ricos do país. Além da criação da sua marca de vodka “ecológica”, ele planeja abrir restaurantes em São Petersburgo e em Saransk. Em 1997, fundou com amigos a cervejaria Brasserie de Sources, lançada em 2012, no Reino Unido. Depardieu também é dono da vinícola Château de Tigne, em Anjou, no Loire.

(Foto: Savo Prelevic/AFP/Getty Images)

Dormir em pé


Dizem que o estranho hábito de dormir em pé existe em decorrência de uma das maiores causas da insônia: o uso abusivo do telefone celular.

Sobre dormir em pé, o ser humano só conseguiria se possuísse ligamentos especiais, capazes de fixar as articulações das pernas, impedindo-as de se dobrarem enquanto estivesse dormindo. Esse sistema de travamento permitiria ao homem ficar solidamente em pé, com um gasto mínimo de energia.

Segundo especialistas, dormir em pé é uma forma de defesa de qualquer animal que, assim, estará pronto para escapar diante de qualquer ameaça. Por isso, só se deita para dormir quem sente que está em lugar seguro.

Para quem pensa em dormir em pé, é bom lembrar que para sonhar precisa-se entrar no sono profundo, também chamado REM (de Rapid Eyes Moviment, ou movimento rápido dos olhos). Nessa etapa, todos os músculos, inclusive os das pernas, devem estar relaxados.

(Foto: Google)

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Dalton & Robston


Dando sequência à Segunda Edição do Projeto Duetos, no Centro Cultural do Dragão do Mar, o cantor e compositor Dalto é a atração desta sexta-feira, dia 19/09, em Fortaleza.

Na abertura, a presença do talentoso artista cearense Robston Medeiros.

O projeto Duetos objetiva resgatar a história da Música Popular Brasileira, oferecendo momentos únicos para se conhecer e reviver a boa música.

Dalto é um consagrado artista romântico da música brasileira e autor de sucessos como Muito Estranho, Vinho Antigo, Espelhos d'Água, Anjo, Pessoa, Jezebel, Quase Não Dá Pra Ser Feliz, Vinho Antigo, Bem Te Vi e Leão Ferido, dentre outros.

Laprovitera

Laprovitera - Álbum de família, retrato No. 1 - 2007 - AST - 160 x 160 cm.

Refração


A refração é o fenômeno que ocorre quando a luz passa de um meio homogêneo e transparente para outro, também homogêneo e transparente, mas, diferente do primeiro. Nessa mudança de meio, na propagação, podem se dar variações na velocidade e direção.

(Foto: Google)

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Laprovitera

Laprovitera - A galinha do Bombinha - 2003 - AST - 40 x 50 cm.

Presidente Bossa Nova

Juscelino Kubitschek, sentado ao lado de Lô Borges, Fernando Brant, Márcio Borges e Milton Nascimento.

Mais do que Presidente Bossa Nova, por vincular a sua imagem aos conceitos de modernidade, quando seu governo coincidiu com o surgimento daquele famoso movimento da música popular brasileira, do final dos anos 1950, o mineiro Juscelino Kubitschek se considerava do Clube da Esquina, movimento musical surgido no início da década de 1960, em Minas Gerais.

(Foto: Google)

domingo, 14 de setembro de 2014

Rural roubada


Neste período medonho de seca, notícias nos chegam dando conta que, ontem, em Irauçuba, roubaram uma Rural Willys só para sacar a água do radiador dela.

É, como diz João Conrado, "no tempo do dilúvio, da arca de Noé, Irauçuba chegou a ficar nublado".

(Imagem: Google)

Laprovitera

Laprovitera - Ave notte 1 - 2013 - ASP - 21 x 29 cm.