quarta-feira, 3 de abril de 2013

Passarás, passarás, passarás

video

Passarás, passarás, passarás
(Petrúcio Maia / Capinam)

Tonto de tanto cantar, sou pássaro
Somente pena, apenas canto, somente ar
Tenta como eu ser asa enquanto o vento passa
Tenta como eu, tenta como eu ser pássaro 
Tenta ultrapassar a temporada da caça, 
Tenta provar do açúcar das frutas,
Tenta romper a casca 
Tem tanto céu, tem tanto chuva, tem tanto ar
Tenta como eu ser pássaro
E passarás, passarás, passarás... As penas
Tenta apenas ultrapassar o penar

Ah, á tanto açúcar nas frutas
Ah, tantas mudas, há tanto açude no olhar
Tantas palmeiras, não cansa nada voar vida inteira
Ser como um pássaro, não se deixar passar
Nem pelo verde dos olhos, 
Nem pelo negro da noite
Não cansa nada voar
Tenta ser como pássaro
E passarás, passarás, passarás as penas
Tenta apenas, ultrapassar o penar

Nenhum comentário:

Postar um comentário