terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Dendê, quem te viu, quem te vê


"Dendê: Quem te Viu, Quem te Vê" foi um projeto da Universidade de Fortaleza (Unifor) que deu um colorido novo ao antigo prédio do 26º Distrito Policial e à vida de, pelo menos, 20 pessoas da comunidade do Dendê, que participaram de uma oficina de arte, pintando e renovando a delegacia. 


Quando o curso se encerrou, nada de trancas, algemas ou prisões, no local que passou a funcionar como um centro artístico e cultural. "Este é um sonho que a gente está realizando", disse a presidente do Conselho Comunitário de Defesa Social, Antônia Agostinho de Sousa. 


De acordo com ela, desde que a delegacia mudou, o prédio antigo foi cedido para o Conselho, atendendo a reivindicação da comunidade. "O Dendê vai ficar mais bonito", disse. 


Os trabalhos, conforme o artista visual responsável pela oficina, Totonho Laprovitera, começaram com uma visita à exposição "Mirabolante Miró", no Centro Cultural da Unifor, de onde veio a inspiração para as intervenções artísticas nas paredes da antiga delegacia. 


Segundo ele, além de saber manusear bem as tintas e os pincéis, as pessoas estão surpreendendo pelo talento para as artes. 


O projeto "Dendê: Quem te Viu, Quem te Vê" foi uma iniciativa da vice-Reitoria de Extensão e Comunidade Universitária da Unifor. Um dos principais objetivos do projeto foi a criação de alternativas através da arte, para levar lazer e cultura vinculados à educação e à experiência de organização social na comunidade. 


Uma área que até então ainda não havia sido muito explorada pela Universidade, que há anos realiza programas sociais para o Dendê, nas áreas de assistência jurídica, saúde e qualificação profissional. 

video

(Fotos e vídeo: Totonho Laprovitera)

Nenhum comentário:

Postar um comentário