terça-feira, 13 de maio de 2014

Futebol

Convidado pelo meu filho Fernando Victor, ontem fui ao Estádio Presidente Vargas assistir a vitória do Fortaleza sobre o Águia de Marabá, por 1 x 0, valendo pelo Brasileiro Série C. 

Fernando Victor e Totonho Laprovitera.

Confesso que dei o maior valor ir ao futebol, coisa que eu não fazia há um bom tempo. Os rituais de assistir, ao vivo, um jogo de futebol é fascinante. O percurso até o estádio, a caminhada do estacionamento à bilheteria, da bilheteria ao portão de entrada, a escolha do assento da arquibancada, rever a preciosa e brava torcida tricolor, com algumas folclóricas figuras, tudo é muito significativo pra mim. Traz de volta o filme da memória da minha infância, quando eu ia com meu pai e meu irmão aos jogos do Tricolor de Aço, nos anos 1960.

Totonho Laprovitera, com seu radinho de pilha.

Vestido com a minha velha camisa do Fortaleza, com meu radinho de pilha no pé da orelha, torci foi muito pelo Leão. E achei tão bom, chega já pedi para o meu filho me chamar para o próximo jogo. Ah, só não mais levarei o radinho. É que as transmissões de hoje em dia falam mais de propaganda do que do jogo.

(Fotos: Acervo Totonho Laprovitera)

Nenhum comentário:

Postar um comentário