quarta-feira, 21 de maio de 2014

Grampo telefônico


Comumente, o grampo ou escuta telefônica consiste em qualquer dispositivo conectado a uma linha telefônica de modo a interceptar, no intuito de investigação ou espionagem, a comunicação que navega por ela. Pode ser legal ou ilegal, conforme seja autorizado ou não pela justiça.

A despeito de ter despontado no tempo das comunicações com fio, onde o grampo era basicamente uma derivação oculta – como uma extensão em uma linha de telefone fixo –, o termo permanece a ser usado ao caso de interceptações de conversas via telefonia celular.

Nenhum comentário:

Postar um comentário