sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Show Duetos, com Claudio Nucci


Dando sequência a Segunda Edição do Projeto Duetos, o cantor e compositor Cláudio Nucci se apresentará neste sábado, no Dragão do Mar, aqui em Fortaleza. A atração local ficará por conta de David Duarte.

Serviço
Show: Claudio Nucci / Abertura: David Duarte / Dia: 01/11/2014 / Horário: 21h. / Local: Centro Cultural Dragão do Mar - Fortaleza - Ceará / Ingressos: R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia) / Maiores Informações: (85) 3488-8602.

Bambolê


Criado no Egito há três mil anos, o bambolê era feito com fios secos de parreira.

O bambolê de plástico colorido, como conhecemos, apareceu nos Estados Unidos em 1958, criado pelos norte-americanos Arthur Melin e Richard Knerr, donos de uma fábrica de brinquedos. Eles adequaram a ideia da Austrália, onde estudantes de ginástica brincavam contornando aros de bambu na cintura. Daí, o brinquedo foi chamado de Hula Hoop e eles venderam 25 milhões de unidades somente em quatro meses. No mesmo ano, a fábrica de brinquedos Estrela lançou o Hula no Brasil, com o nome Bambolê, tirado do verbo bambolear, que significa gingar. 

Na Inglaterra, o bambolê era feito de madeira ou ferro, o que o fazia perigoso, sendo até chamado de aro mortal.

(Foto: Google)

Nordestinos

Glauber Rocha.

Viva o Nordeste e sua boa gente brasileira!

Trofeu Mansueto Barbosa


Imperdível!

Ray Conniff


Joseph Raymond Conniff (1916-2002) foi um líder de banda e arranjador norte-americano, considerado o rei do easy listening.

(Foto: Google)

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Tijolão


No início dos anos 1990, o primeiro telefone celular lançado aqui no Ceará, foi o Motorola PT-550, logo apelidado de Tijolão.

Da sua capacidade tecnológica, lembro que seu principal e único aplicativo era a agenda telefônica integrada. Quanto à sua bateria, ela possuía duração para 2 horas de conversação.

Esse então incrível aparelho de comunicação por ondas eletromagnéticas, que permitia a transmissão bidirecional de voz e dados utilizáveis em uma área geográfica que se encontrava dividida em células (daí, a terminologia celular), cada uma delas servida por um transmissor/receptor, custava 2.500 dólares, mais a despesa de compra e a tarifa de manutenção da linha. 

O telefone celular foi inventado em 1947, pelo laboratório Bell, nos Estados Unidos.

José Bechara na Paulo Darzé Galeria de Arte


Conhecido por uma obra experimental e diversificada de métodos e materiais, levando a novas experiências no campo pictórico, José Bechara é um dos expoentes da geração 90 na pintura brasileira. 

Tendo no início de sua carreira uma obra predominantemente de pintura, na sua trajetória vem desenvolvendo uma linguagem poética, incluindo esculturas e instalações, além dos desenhos e pinturas, e realizando em algumas obras um diálogo mais direto com a arquitetura. 

José Bechara expõe a partir de amanhã, dia 31 de outubro, das 20 às 23h, com temporada até 29 de novembro, na Paulo Darzé Galeria de Arte, em Salvador, Bahia.

Trabalho e inspiração


Uma das frases preferida do Seu Aurélio Ponte era essa do Voltaire: “O trabalho afasta de nós três grandes males: o tédio, o vício e a necessidade".

Agora, uma outra, de Leonardo Da Vinci, me chama atenção: "Tomara que a inspiração me pegue trabalhando".

(Ilustração: Google)

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Nordestinos

Ariano Suassuna.

Viva o Nordeste e sua boa gente brasileira!

Diga aí, Sócrates!

A morte de Sócrates (detalhe), de Jacques-Louis David.

"O amigo deve ser como o dinheiro, cujo valor já conhecemos antes de termos necessidade dele." (Sócrates)

Sócrates (469 a.C.-399 a.C.) foi um filósofo ateniense do período clássico da Grécia Antiga.

Havido como um dos criadores da filosofia ocidental, é conhecido como uma enigmática personalidade, sobretudo, conhecida por meio de relatos em obras de escritores que viveram mais tarde, principalmente, dois de seus discípulos, Platão e Xenofonte, bem como as peças teatrais de seu contemporâneo Aristófanes.

Visita à Disney

Visita aos estúdios da Disney, em 1965.

Da esquerda pra direita: João Luiz Albuquerque, Dorival Caymmi, Aloysio de Oliveira, Walt Disney, Norma Bengell, Vinícius de Moraes e Antonio Carlos Jobim.

(Foto: Google)

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Nordestinos

Patativa do Assaré

Viva o Nordeste e sua boa gente brasileira!

A bênção


 Mãe Menininha do Gantois e Jorge Amado.

A bênção é um sinal de respeito. 
Pedir a bênção, ou dar a bênção, é um costume bem tradicional em várias regiões brasileiras, especialmente, no interior do Nordeste. 

O costume de pedir a bênção está grudado na tradição das famílias e na experiência de seus patriarcas, responsáveis pela ação de passagem da sua educação obtida ao longo da vida para os seus.

(Foto: Google)

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Nordestinos

Luiz Gonzaga.

Viva o Nordeste e sua boa gente brasileira!

Os Velhinhos Transviados


Em 1960, no Rio de Janeiro, o cearense Zé Menezes criou o conjunto Os Velhinhos Transviados que, formado por músicos experientes, tocava dançantes releituras de músicas antigas e modernas.

Segundo Zé, "Era uma sátira àquelas coisas todas que a gente via, aqui e no exterior. A gente tocava música antiga de forma moderna, e música moderna de forma antiga, sempre brincando muito".

Os Velhinhos gravaram seu primeiro disco em 1962. Ao todo, foram treze LPs, até 1971.

(Foto: Google)

domingo, 26 de outubro de 2014

Você já foi abduzido?


Esta lista, com 58 indicadores comuns compartilhados pela maioria dos abduzidos (sequestrados por Ufos), foi criada para saber se você é realmente um abduzido.

1- Já teve algum episódio de tempo perdido?
2- Já se sentiu paralisado na cama?
3- Tem alguma marca a qual você não sabe explicar?
4- Já viu esferas de luz, flashes?
5- Teve recordações de voar muito nítido ou muitos sonhos que envolvem voo?
6- Já sonhou com ETs, sendo examinado, agulhas, cirurgias, bebês estranhos?
7- Já viu feixe de luz, névoas em seu quarto entrando por sua janela?
8- Já sonhou com Discos voadores, focos de luz ou ETs?
9- Já viu algum objeto não identificado?
10- Tem consciência cósmica, ecológica, ambiental, vegetarianismo ou senso humanitário?
11- Tem um sentido forte de ter uma missão ou tarefa importante a executar, sem saber de onde vem essa compulsão?
12- Tem um sentimento secreto que você é "especial" ou "escolhido" de algum modo.
13- Aconteceram eventos especiais e estranhos no decorrer de sua vida?
14- Teve experiências psíquicas tais como saber o que vai acontecer antes que aconteça?
15- Para mulheres somente: Tiveram gravidez falsa?
16- Acordou em outro lugar onde você foi dormir, ou em posição diferente?
17- Já sonhou com olhos tais como olhos de animais (corujas, cervos) ou sentir que estão te olhando?
18- Já acordou no meio da noite com a impressão de ter gente em seu quarto?
19- Já sentiu sensação de estar sendo levado contra sua vontade?
20- Tem algum tipo de fobias inexplicavelmente (altura, serpentes, aranhas, insetos grandes, determinados sons, luzes brilhantes, estar sozinho)?
21- Enfrentou problemas de se sentir só no mundo?
22- Alguém já experimentou com você a sensação de paralisia, imobilidade especialmente quando você dorme a seu lado?
23- Tem memória de haver um lugar especial com significado espiritual?
24- Existem pessoas em sua vida que diz ter testemunhado um OVNI ou ET?
25- Em alguma época de sua vida, você acordou com manchas de sangue em sua cama, sem nenhuma explicação?
26- Tem interesse em assuntos relacionados a Ufos?
27- Ou ao extremo; Tem aversão a esses assuntos e evita falar sobre eles mesmo que já tenha vivido alguma experiência assinalada nesse questionário?
28- Foi compelido a andar para uma área afastada ou desconhecida?
29- Já sentiu a impressão de estar sendo observado especialmente ä noite?
30- Já sonhou com pessoas passando por janelas fechadas ou atravessando paredes?
31- Já viu uma névoa ou um embaçamento estranho onde não deveria estar?
32- Ouviu sons como zumbidos ou pulsantes sem você poder identificar a fonte?
33- Já acordou com sangramento nasal ou auditivo entre outros?
34- Já despertou com uma sensação estranha em seus genitais que não foram explicados?
35- Já sentiu problemas de garganta (nada relacionado com infecções) e na vertebra T-3 ou acordou com uma rigidez incomum em qualquer parte do corpo (não cãibras)?
36- Já teve sinusite crônica ou problemas nasais?
37- Já passou por algum aparelho eletrônico e estranhamente ele deixou de funcionar (luzes, tevês, rádios etc.)?
38- Já viu alguma figura próxima a sua cama?
39- Ouviu sons frequentes ou esporádico em suas orelhas, especialmente em uma orelha?
40- Tem medo incomum de doutores ou tende a evitar procedimentos médico?
41- Tem insônia ou desordem no sono?
42- Tem sensações estranhas frequentes ou esporádicos especialmente nos seios da face, atrás de um olho ou em uma orelha?
43- Já teve a sensação de que você pode ficar louco?
44- Já experimentou experiências paranormais, psíquicas incluindo a intuição?
45- Tem tendências a comportamentos compulsivos ou adictos?
46- Já canalizou mensagens telepáticas ou extraterrestres?
47- Já ouviu alguma voz em sua cabeça talvez instruindo ou guiando?
48- Quando criança, tinha medo de que alguma coisa estivesse escondido em seu quarto?
49- Teve problemas sexuais ou de relacionamento (tais como um "sentimento impar"), onde você não deve se envolver em nenhum relacionamento porque interferiria em algo?
50- Tem que dormir de encontro à parede?
51- Receia que você deve estar vigilante ou você será banido de alguma forma?
52- Tem dificuldades de confiar nas pessoas especialmente figuras de autoridade?
53- Teve sonhos de destruição ou catástrofe?
54- Tem sentimentos de que você não deve falar sobre certos assuntos?
55- Experimentou mais de 15% desta lista e familiares também?
56- Já tentou resolver esses problemas com especialistas, médicos, religiosos sem nenhum sucesso?
58- Tem mais de 20% dessas características mas não consegue lembrar sobre abdução ou encontro com ETs?

Fonte: ovnihoje.com
(Foto: Google)

Diga aí, Voltaire!

Voltaire com 28 anos, por Nicolas de Largillière.

"Todas as riquezas do mundo não valem um bom amigo." (Voltaire)

François Marie Arouet, mais conhecido como Voltaire (1694-1778), foi um escritor, ensaísta, deísta e filósofo iluminista francês.

Jacques Klein

Jacques Klein ao piano.
Nascido em uma família judia, em Aracati, Jacques Klein (1930-1982) foi um compositor e pianista que cresceu na vizinha cidade de Fortaleza, onde iniciou a estudar piano no Conservatório Alberto Nepomuceno, fundado por seu pai.

No início da década de 1940 se mudou para o Rio de Janeiro e estudou com Liddy Mignone, no Conservatório Brasileiro de Música, onde começou a ensinar em 1950.

Com treze anos de idade, Jacques se afastou um pouco da música clássica para formar um trio de jazz com o guitarrista Dinarte Rodrigues e o baterista Breno Porto, seus amigos, quando, uma vez por semana, tocavam na Rádio Jornal do Brasil, partir de 1946.

Em 1948, Klein regressou para a música clássica, quando estudou com William Kapell, em Nova Iorque, e com o Bruno Seidlhofer em Viena.

Em 1953, ganhou o primeiro prêmio no Concurso Internacional de Música de Genebra, que estabeleceu sua carreira internacional.

Em 1954, Klein surgiu com a Filarmônica de Londres. Em 1955, foi escolhido como o melhor pianista do ano em Londres, recebendo a Medalha Harriet Cohen.

Com o violinista Salvatore Accardo, Jacques Klein formou um duo e também realizou memoráveis atuações ​​com o pianista Friedrich Gulda. Lecionou na Escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro e na Universidade de Miami, nos Estados Unidos. Dentre seus muitos alunos, aludimos Egberto Gismonti, Clélia Iruzun, e Arnaldo Cohen.

Curiosamente, ainda, Klein cometeu uma série de gravações de samba brasileiro.

Presentemente, o Centro de Música Latino-Americana, da Universidade de Indiana, laureia com o Prêmio Jacques Klein a melhor execução de uma obra para piano solo, de um compositor brasileiro, em sua memória.

Fonte: Dicionário Cravo Albin de Música Popular Brasileira.
(Foto: Google)

sábado, 25 de outubro de 2014

Nuntius diei


“Multis virtutibus ac bonis cum eo habere defectum.” (Toim da Meruoca)
Traduzindo: "Tenho muitos e bons amigos, porque os tenho com suas virtudes e seus defeitos."

(Foto: Zecaneto)

Tarzan


Uma pergunta que o professor Carlinhos Analfabético não soube responder: Como o Tarzan conseguia estar sempre barbeado?
(Foto: Google)

Mulher Melancia


Andressa Soares (1988), conhecida por Mulher Melancia, é uma dançarina, cantora e modelo que se tornou célebre por sua coreografia da sensual Dança do Créu, composição musical do funkeiro MC Créu.

(Fotos: Google)

Seixas e Sampaio

Raul produzindo o disco de Sérgio.

Baiano, de Salvador, o cantor e compositor Raul Santos Seixas (1945-1989) é considerado um dos pioneiros do rock brasileiro. Raul, que também foi produtor musical da CBS, no Rio de Janeiro, é por vezes chamado de "Pai do Rock Brasileiro" e "Maluco Beleza".

Capixaba, de Cachoeiro de Itapemirim, o cantor e compositor Sérgio Moraes Sampaio (1947-1994) fluiu por vários estilos musicais, indo do samba e choro, ao rock'n roll, blues e balada. Com a poética de suas composições expressando saberes de Kafka e Augusto dos Anjos, que lia e apreciava, Sérgio foi um nome marginalizado e tido como um dos "malditos" da música popular brasileira, ao lado de Tim Maia e Raul Seixas

(Foto: Google)

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Aeroporto Dragão do Mar, em Aracati


Hoje, no Aeroporto Dragão do Mar, em Aracati, terei a alegria de falar sobre o seu TPS (terminal de passageiros e serviços), projeto arquitetônico de minha autoria. Será às 19h.

(Foto: Totonho Laprovitera)

Jorge Amado e Glauber Rocha

Jorge Amado e Glauber Rocha, dois baianos geniais.


Em 1968, Jorge com Glauber, na porta de um restaurante chinês, na Rue du Sommerard, em Paris.

Jorge Leal Amado de Faria (1912-2001) foi um dos mais famosos e traduzidos escritores brasileiros de todos os tempos.

Glauber de Andrade Rocha (1939-1981) foi um dos cineastas responsáveis pelo movimento de vanguarda intitulado Cinema Novo.
 
(Foto: Zélia Gattai)

Fanny Wright


Causou faniquito, quando Fanny Wright se tornou a primeira mulher a vestir calças masculinas em público, nos EUA, em 1825.

(Foto: Google)

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

A Revolução dos Bichos


A Revolução dos Bichos (Animal Farm) é um romance satírico do escritor inglês George Orwell, publicado no Reino Unido em 17 de agosto de 1945 e apontado pela revista americana Time entre os cem melhores da língua inglesa.

Recomendo a leitura.

Che e a Coca


No ano de 1961, Ernesto Che Guevara, então Ministro da Indústria de Cuba, flagrado tomando Coca-Cola, em Punta del Este, no Uruguai.

(Foto: Google)

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Contos de Cláudia Carvalho


Pra quem tem a fome de ler e não sacia a sua sede do saber.

Ary Lobo, em Sobral

Em sua apresentação no Palmeiras Country Club de Sobral, o cantor e compositor Ary Lobo se fez acompanhar do cantor Bigorrilho para interpretar a canção Súplica Cearense.


Da esquerda pra direita: Onofre Viana, Neutonio Vasconcelos, Guajará Cialdini, Wellington Coelho, Ary Lobo e Bigorrilho.

De estilo parecido com o do Jackson do Pandeiro, cantando derivativos do baião, entre cocos e rojões, Ary Lobo (1930-1980) lançou vários sucessos nos anos 1950 e 1960. Com mais de 700 músicas gravadas, era defensor da música nordestina de raiz.

(Foto: Acervo Zezinho Ponte)

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Filho de peixe...

Para comprovar que filho de peixe, peixinho é: Terceira e quarta geração de músicos da família Viana, José apresentou e ensinou a arte do acordeom ao filho Adelson.

A expressão “filho de peixe, peixinho é” significa quando os filhos costumam se parecer com seus pais. 

Cientificamente comprovado, as semelhanças entre pais e filhos vão muito mais a frente de costumes, gostos e fisionomia. Desse modo, sobretudo pelo convívio, muitas crianças procuram copiar em tudo as atitudes de seus pais. 

Geralmente, os comportamentos escolhidos para serem imitados são aqueles de pessoas que se tornam referência para as crianças, como figura paterna. E quando crescem, os filhos estabelecem conceitos que comumente abrangem a personalidade dos pais. 

(Fotos: Acervo Adelson Viana)

Kojak

O ator Telly Savalas interpretava o detetive Kojak.

Em horário nobre, a série Kojak era apresentada no Brasil nos anos 1970, pela Rede Globo. A sua popularidade foi tanta, chega o nome Kojak tornou-se sinônimo de calvície e o personagem virou até marchinha de carnaval. 

O detetive Theo Kojak, ou simplesmente Kojak, era um competente tenente de polícia, que trabalhava no 13º Distrito, zona sul de Manhattan. Habitualmente, com um pirulito na boca, charme e estilo de certas figuras das ruas de Nova Iorque, ele usava de métodos que aprendia nas ruas, surpreendendo seus superiores. 

Kojak comandava uma equipe que incluía os detetives Stavros, Saperstein e Rizzo. Tinha, ainda, o detetive-chefe Frank McNeil, ex-parceiro dele nas ruas, e o tenente Bobby Crocker. 

Em 1989, na Rede Manchete, a série foi reapresentada nas madrugadas, antes do encerramento de sua programação.

(Foto: Acervo Frontstage)

Diga aí, Rousseau!

Rousseau, por Maurice Quentin de La Tour.

"Todo Homem nasce livre e, por toda parte, encontra-se acorrentado." (Rousseau)

Considerado um dos principais filósofos do iluminismo e um precursor do romantismo, Jean-Jacques Rousseau (1712-1778) foi um importante filósofo, teórico político, escritor e compositor autodidata suíço.

O carro azarado de James Dean

James Dean e seu Porsche 550 Spyder, poucas horas antes do acidente.

Em 1955, no auge de sua carreira, o jovem James Dean morreu em um horrível desastre automobilístico.

Após o acidente, o Porsche 550 Spyder de Dean passou a ter a fama de azarado que só, também... Vejamos:

1- Ao ser retirado do local do acidente e levado para uma oficina, o bloco do motor do carro escorregou e caiu sobre o mecânico, quebrando-lhe as duas pernas;
2- O motor ficou um tempo abandonado nos fundos da oficina, até ser comprado por um médico que o colocou em um carro de corrida e acabou morrendo logo depois, em um acidente durante uma das corridas. Outro piloto, na mesma temporada, morreu usando o carro que estava com o mesmo motor;
3- Quando o Porsche de James Dean foi restaurado, a oficina foi destruída em um incêndio;
4- No Oregon, o trailer onde o carro estava montado escorregou e, desgovernado, desceu ladeira abaixo, arrebentando com a fachada de uma loja;
5- Por fim, em 1959, misteriosamente,
o carro partiu-se em 11 pedaços, quando era içado por cabos de aço.

(Foto: Google)

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

No cabeleireiro

Valtim.

Terça-feira, sempre é dia de Valtim cortar o cabelo. Cortar não, aparar. Coisa que ele faz, habitualmente, todas as semanas. Cláudio, seu cabeleireiro, já o aguarda com um serviço que não dispensa uma cervejinha estupidamente gelada. Final de tarde o salão vira festa com sua chegada.

- Chegooou!!! O salão inteiro, em coro, anunciou.
- Claudinho, tudo bem com a vida? Saudou Valter.
- Tudo.
- E as garotas?
- Se melhorar estraga. Responderam.
- E cadê a cerveja, gelada?
- No ponto.
- Doutor Valter, já tá é aqui e bem geladinha, véu de noiva! Mostrou sorridente a manicure com a tulipa servida na bandeja.
- Ô coisa linda. Pessoal, e como é que foi o fim de semana?
- Do mesmo jeitim de sempre. E o do senhor?
- Calmo, passei sábado e domingo dedicado à leitura. Devorei uma peça...
- De carne?
- Não, não, minha filha, de direito comercial. Ô, meu Deus...
- Pensei que o senhor tivesse ido a um churrasco...
- Claudinho, chega, vamos logo começar com o serviço. Presta atenção, nada de caminho de rato!

E, enquanto Cláudio ia aparando o cabelo do nobre causídico, a conversa acontecia de maneira amena e bem humorada. Entre um gole e outro, um trago no cigarro e o passar da página da revista de fotos multicoloridas. Ao terminar o serviço, o cabeleireiro, com o espelho a mão, começou a refletir a imagem do resultado para o fiel cliente.

- Tá bom assim, doutor?
- Deixa eu ver... Não, não, eu quero um pouco mais comprido, pode ser?

Bill e Hillary


Bill Clinton e Hillary Clinton começaram a namorar na primavera de 1971, quando ambos eram estudantes de direito na Universidade de Yale.

Bill Clinton foi o 42º presidente do país, por dois mandatos, entre 1993 e 2001. Hillary é a atual Secretária de Estado dos Estados Unidos.

(Foto: Google)

Ônibus

Ônibus de 1895.

Todo mundo sabe que ônibus é um grande veículo automotor, utilizado para o transporte coletivo de passageiros.

Pois bem, o nome ônibus surgiu do local onde os carros faziam o ponto final, diante de uma chapelaria, cujo dono, Omnes, em um arranjo de palavras com seu próprio nome, chamou Omnes Omnibus, que expressa "tudo para todos". O nome toou bastante apropriado para o novo transporte coletivo e, por associação, foi adotado por ele.

Em outras versões, ônibus deriva de voiture omnibus, que significa "carro para todos".

Agora, já dizia o saudoso professor Kardo Ali Khan, que sonhar com ônibus cheio, com a disputa do melhor lugar no coletivo, era sinal de que na vida do sonhador tudo seria passageiro

(Foto: Google)

domingo, 19 de outubro de 2014

Zeina Romcy

Em 1956, no concurso Miss Brasil, a representante do Estado de Amazonas foi Zeina Aleme Ramadan.


Depois, a bela Zeina casou com o jovem Doutor Jorge Romcy, conceituado médico de Fortaleza e também professor do Curso de Medicina da Universidade Federal do Ceará. Do casal, nasceram três filhos: Cristina Maria, Jorge Filho e Cláudia Maria.

Doutor Jorge e Dona Zeina.

Hoje, Zeina Romcy é uma talentosa pintora, desenhista e gravadora. Trabalha, ainda, com aquarela, gravura em metal e colagrafia, tendo participado de exposições e salões em Fortaleza, Santos e Barcelona. Em 2005, selecionada para a XII Unifor Plástica, recebeu menção honrosa na categoria Gravura.

(Fotos: Acervo Cristina Aleme Romcy)

Automobilismo cearense

Segunda metade dos anos 1970. Da esquerda pra direita: Estácio Brígido, Neném Pimentel, Marcondes Viana, João Quevedo e Miguel Bang-Bang.

Em sua história, seguramente, o automobilismo cearense carrega a tradição de ser um dos mais importantes do Brasil, pois, sua atividade é frequente, atuante, criativa e de um alcance esportivo sem igual.

(Foto: Acervo Guto Benevides)

A filosofia de Neném Prancha


Carioca, de Resende, Antonio Franco de Oliveira (1906-1976), o Neném Prancha, foi roupeiro, massagista, olheiro e técnico de futebol. De Armando Nogueira, recebeu a alcunha de O Filósofo do Futebol, por suas frases engraçadas. 

Torcedor do Botafogo, onde trabalhou, Neném Prancha era profundo conhecedor do futebol brasileiro, do qual tornou-se uma das mais emblemáticas personalidades da sua história. 

Frases de Neném Prancha:

- "Bola tem que ser rasteira, porque o couro vem da vaca e a vaca gosta de grama." 
- "Futebol é muito simples: quem tem a bola ataca; quem não tem defende." 
- "Jogador bom é que nem sorveteria: tem várias qualidades." 
- "Jogador de futebol, tem que ir na bola com a mesma disposição com que vai num prato de comida. Com fome, para estraçalhar." 
- "Jogue a bola pra cima, pois enquanto ela estiver no alto não há perigo de gol." 
- "O Didi joga bola como quem chupa laranja, com muito carinho". 
- "O goleiro deve andar sempre com a bola, mesmo quando vai dormir. Se tiver mulher, dorme abraçado com as duas". 
- "O importante é o principal, o resto é secundário." 
- "Pênalti é uma coisa tão importante, que quem devia bater é o presidente do clube". 
- "Quem pede tem preferência, quem se desloca recebe." 
- "Se concentração ganhasse jogo, o time do presídio não perdia uma partida." 
- "Se macumba resolvesse, o campeonato baiano terminava sempre empatado." 
- “Uma coisa é uma coisa. Outra coisa é outra coisa.” 

Acredita-se que algumas das frases atribuídas a Neném Prancha eram, na verdade, de autoria de João Saldanha, que dava os méritos ao filósofo da bola.

Arco da Apoteose


Há quem assim explique o Arco da Apoteose, monumento do Sambódromo do Rio de Janeiro, inaugurado em 1984, projetado por Oscar Niemeyer.

(Fotos: Google)

sábado, 18 de outubro de 2014

Sobral das grandes festas


Do Zezinho Ponte, recebi esta foto, acompanhada do seguinte comentário: “Tempos em que a sociedade sobralense se reunia em animadas festas, com grandes orquestras. Na foto, aparece da esquerda pra direita, em primeiro plano, Anahid, Giovanni, Zé Prado, Socorro Prado, Socorro Ponte, Aurélio Ponte, Elusa, Maria do Carmo, João Conrado, Totó e Kiko”.

(Foto: Acervo Zezinho Ponte)