quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

A derradeira paciente


Ao fim de tarde, um ginecologista aguardava para consulta a sua derradeira paciente, que não chegava. Depois de 45 minutos de espera, mais ou menos, ele pensou que ela não viria mais e resolveu tomar um gim tônica para relaxar, antes de voltar para casa.


Aí, enquanto ele, confortavelmente, se acomodava em uma poltrona e começava a ler o jornal, a campainha tocou. Era a tal paciente que, toda sem graça, chegou pedindo mil perdões pelo atraso.

- Não tem importância! - Disse o médico.
- Não?
- Olhe, eu estava até tomando um gim tônica, enquanto a esperava. Quer um também para relaxar?
- Aceito, com prazer.

Ele lhe serviu um copo, sentou-se na sua frente e começaram a conversar. De repente, escutaram um barulho de chave na porta do consultório. O médico, assustado, levantou-se bruscamente e disse:

- É minha mulher! Rápido, tire a roupa, deite na cama e abra as pernas, senão ela pode pensar besteira!

(Foto: Google)

Nenhum comentário:

Postar um comentário