segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Fagner x Chico Pio

Fagner e Chico Pio.

Era seguinte ao dia do lançamento do CD do Stelinho Vale, no Sérgio Pinheiro, lá pelo Dragão do Mar. Chico Pio me ligou para dizer que o Raimundo Fagner não dava a atenção que ele julgava ser merecido.

- Será que não, Chico?
- Dá não, papai, dá não...
- Chico, é porque às vezes a gente pode não perceber a hora ou o momento para a atenção esperada...
- É não, papai. Eu sei que você não tem nada a ver com isso, mas sei que você é conciliador e eu tô lhe ligando pra desabafar.
- Chico, amigo é aquele que não faz esse tipo de cobrança a outro...
- Acontece, papai, que vou ligar pro Raimundo e dizer umas verdades, tá?!
- Ora, mas tá, Chico. Tudo bem, boa sorte.
- Valeu, papai, depois eu ligo pra contar como foi.
- Tudo bem.
- Tá bom.

Meia hora depois o telefone toca. Era novamente o Chico:

- Papai, tô de peito lavado!
- Que foi, Chico?
- Ora, liguei e disse tudo o que eu queria! Desabafei mesmo!
- E aí?
- O homem é inox mesmo, tem resposta pra tudo!!!

(Foto: Google)

Nenhum comentário:

Postar um comentário