sexta-feira, 22 de maio de 2015

No velho PV


Na tranquila Fortaleza de Nossa Senhora da Assunção, no tempo em que as torcidas se misturavam no Estádio Presidente Vargas, lembro do grande escritor e crítico literário Braga Montenegro, meu padrinho de batismo, trajando um bem engomado silaque e torcendo pelo Ceará Sporting Club. Quando se aborrecia com a arbitragem, levantava-se da sua cadeira cativa e, de dedo em riste, fuzilava o árbitro:

- Larápio!!!

Naquela época, as desigualdades sociais eram menores e os torcedores mais educados, portanto, se levava em conta o futebol abaixo da boa e saudável convivência de todos.

(Foto: Google)

Nenhum comentário:

Postar um comentário