terça-feira, 28 de junho de 2011

Pelada no Batistão, em 1978

Da esquerda pra direira. Em pé: Wiron Batista, Cacá Moreno, Manassés de Sousa, (?), Serginho Ferreira, Helder Teixeira e (?). Agachados, ao meio: Paulo Beltrão, Wellington Junior e João Luís. Agachados, a frente: Chico Pio, Raimundo Fagner, Mino Castelo Branco, Totonho Laprovitera, Ricardo Bezerra, Fausto Nilo e Nilo Junior.

Dos campos de peladas mais famosos de Fortaleza, o Batistão foi um deles. Situado na Praia do Futuro, pisaram em seu gramado craques da cidade, da seleção brasileira e artistas famosos, sempre à convite do Fagner. Pois é, craques e artistas se juntavam na arte do futebol para comemorar a vida com a alegria de muitos gols. 

Lá, na década de 70, quando era chamado de “A Máquina”, o Fluminense jogou completo, assim como o São Paulo, em sua auspiciosa fase dos anos 80, e o Flamengo de Zico & Cia. Ltda.

Muitas histórias rolaram nas quatro linhas do campo onde ficava o escritório, armazéns e a fábrica de ração do Grupo Eliseu Batista.

Acima, a foto de uma equipe para comprovar o que agora eu digo.

(Foto: Arquivo de Totonho Laprovitera)

Um comentário: